Ex-prefeito que mandou matar radialista e servidor público é preso por integrar associação criminosa em RO

Propaganda do ar

A Polícia Civil deflagrou nesta quarta-feira (8) uma operação para cumprir ordens judiciais referentes a dois inquéritos de crimes de tentativa de homicídio, de responsabilidade da delegacia de Jaru. Os mandados foram cumpridos em Jaru (RO) e Governador Jorge Teixeira (RO).

A operação tem como alvo uma quadrilha armada que atua na região de Governador Jorge Teixeira. O ex-prefeito da cidade, João Alves Siqueira, conhecido como João Paciência, de 55 anos, foi preso preventivamente suspeito de ter mandado matar um radialista em 2018 e 2019.

Durante a manhã, foram cumpridos seis mandados de busca e apreensão, dois mandados de medidas cautelares diversas e uma prisão preventiva.

O delegado Júlio César, destacou que a prisão realizada nesta manhã envolve um ex-prefeito de Governador Jorge Teixeira, que teria mandado matar um radialista e um servidor público.

“A gente apura o crime de associação criminosa e duas tentativas de homicídio, formada por ex político e também de pessoas ligadas a ele. Ele mandou matar um radialista em 2018, que é o objeto inicial do inquérito, depois foi descoberto crimes na administração pública envolvendo o mesmo político. Em 2019, ele tentou contratar um pistoleiro para terminar o trabalho, e ele confessou. O pistoleiro gravou essa conversa. As tentativas de homicídio, além do radialista, foram contra um servidor público e ainda havia uma lista com umas seis pessoas”, contou o delegado.

Participam da operação cerca de 45 policiais civis, entre investigadores, escrivães e delegados. Além dos crimes de homicídio tentado, a ação também investiga a produção e resguardo provas acerca do grupo armado.

A operação leva o nome de 6º Mandamento, sobre o designo bíblico “Não matarás”, no livro de Êxodo no capítulo 20 verso 13.

fonte: G1RO

Propaganda do ar

Como você avalia a gestão do Governo Marcos Rocha?

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Izabella Coelho

Izabella Coelho

Este site acompanha casos policiais. Todos os conduzidos são tratados como suspeitos e é presumida sua inocência até que se prove o contrário. Recomenda-se ao leitor critério ao analisar as reportagens. Nós usamos cookies em nosso site para oferecer a melhor experiência possível.

Para mais informações sobre e-mail
[email protected] whatsapp(69)984065272

Comentários

Com muito ❤ por go7.site