Polícia Civil prende Idoso de 62 anos, que estuprava netas de cinco, seis e sete anos

24x31 banner gov
blank

Nesta segunda-feira (23/08), por volta das 10h, a Polícia Civil do Amazonas (PC-AM), por meio das equipes de investigação do 5° Distrito Integrado de Polícia (DIP), prendeu um idoso, de 62 anos, em cumprimento a mandado de prisão preventiva pelo crime de estupro de vulnerável. O infrator abusava sexualmente de suas três netas, de cinco, seis e sete anos. O crime aconteceu no município de Óbidos (PA).

Conforme o delegado Ivo Martins, titular do 5° DIP, a prisão ocorreu na casa do indivíduo, no bairro da Paz, zona centro-oeste da capital, e contou com o apoio investigativo do Núcleo de Apoio à Investigação (NAI) do Baixo Amazonas e policiais civis de Óbidos.

“Conforme as informações recebidas, esse crime vinha acontecendo há bastante tempo, porém, as autoridades policiais locais só tiveram conhecimento sobre os fatos há cerca de cinco meses. Há dois meses eles entraram em contato conosco, informando que o indivíduo estaria morando com sua mãe em Manaus”, relatou o delegado.

Segundo Martins, uma das vítimas relatou aos policiais que o primeiro abuso ocorreu quando ela brincava de esconde-esconde com suas primas, ocasião em que se escondeu dentro de um guarda-roupas e, em seguida, seu avô entrou e cometeu o crime.

“Uma das crianças também relatou que na segunda vez que o indivíduo quis cometer o ato libidinoso, ela ficou com bastante medo, e trancou a porta do quarto para evitar que o infrator entrasse”, informou ele.

O mandado de prisão preventiva em nome dele foi expedido pela Vara Única de Óbidos do Tribunal de Justiça do Estado do Pará (TJPA)

Procedimentos – O homem irá responder pelo crime de estupro de vulnerável. Após o término dos procedimentos cabíveis na unidade policial, o autor será encaminhado à Central de Recebimento e Triagem (CRT), onde permanecerá à disposição da Justiça.

24x31 banner gov

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Almi Coelho

Almi Coelho

Este site acompanha casos policiais. Todos os conduzidos são tratados como suspeitos e é presumida sua inocência até que se prove o contrário. Recomenda-se ao leitor critério ao analisar as reportagens. Nós usamos cookies em nosso site para oferecer a melhor experiência possível.

Para mais informações sobre e-mail
[email protected] whatsapp(69)984065272

Comentários

Com muito ❤ por go7.site