Polícia Judiciária Civil prende líder e conselheiro do Comando Vermelho que atuavam no Condomínio Orgulho do Madeira

Propaganda do ar

Após o recebimento de denuncias anônimas de que integrantes de uma facção criminosa estariam embalando drogas, celulares e serras para enviarem a um presídio da capital. Policiais Civis se deslocaram a Rua Caetano, n 3617, bairro Caladinho, Porto Velho-RO para averiguação e iniciaram a campana.

No local, perceberam quando quatro elementos chegaram em um veículo marca VW/Voyage, placa NBW-5105 e estacionaram em frente a citada residência. Policiais observaram que um elemento, que usava tornozeleira eletrônica, saiu da casa para receber os demais. Ocasião em que iniciaram abordagem, mas o ele correu para dentro do imóvel, sendo seguido por policiais e identificado como Carpegiane Alves De Araujo, vulgo “Carpê/fantasma”.

 Outra equipe de policiais continuaram a abordagem do veículo, identificando os elementos que haviam chegado como sendo Marcelo Da Silva Pandolfi – vulgo “Garnizé”, Rafael Arruda Soares, Emanuele Beatriz Matos Lopes e Vanessa Bastos Da Silva com eles foram localizados embalagens de drogas, diversos celulares e serras;

Dentro do imóvel, policiais civis encontraram várias embalagens contendo drogas, celulares, serras, diversas embalagens plásticas de água boricada e uma panela com resquícios de bórico. “CARPEGANE” esclareceu que o bórico é utilizado para aumentar a quantidade de entorpecente e que o objetivo era a revenda.

 O conduzido Marcelo da Silva Pandolfi, vulgo “Garnizé” afirmou ser participante da facção denominada Comando Vermelho e possuir o cargo de nº 01 no Condomínio Orgulho do Madeira. Contra ele possuía um mandado de prisão em aberto (processo nº 1000460-16.2012.8.22.0501, mandado nº 1000460-16.2012.8.22.0501.01.0001-23).

O conduzido Carpegiane, vulgo “Carpê/fantasma” também afirmou ser faccionado do Comando Vermelho, ocupando cargo de conselheiro e que os objetos seriam encomenda de Marcelo, vulgo “Garnizé”.

A Direção Geral de Polícia Civil enaltece a ação dos policiais, ressaltando a importância da participação da população no combate a criminalidade, denunciando. Essa interação entre Polícia e População é um fator importantíssimo no combate ao crime. Quando a população liga para o disque denuncia da Polícia Civil, via nº 197, ela colabora coma ação policial e, consequentemente, com a paz social.

 

Propaganda do ar

Como você avalia a gestão do Governo Marcos Rocha?

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
alertarondonia

alertarondonia

Este site acompanha casos policiais. Todos os conduzidos são tratados como suspeitos e é presumida sua inocência até que se prove o contrário. Recomenda-se ao leitor critério ao analisar as reportagens. Nós usamos cookies em nosso site para oferecer a melhor experiência possível.

Para mais informações sobre e-mail
[email protected] whatsapp(69)984065272

Comentários

Com muito ❤ por go7.site