Assembleia Legislativa disponibiliza R$ 10 milhões ao Executivo para compra de ventiladores mecânicos

Propaganda do ar

Em comum acordo com seus pares, o presidente da Assembleia Legislativa de Rondônia, Laerte Gomes, anunciou a disponibilidade de R$ 10 milhões ao Governo do Estado para compra de 200 ventiladores mecânicos para prevenção de eventuais vítimas do novo Coronavírus (Covid-19). “Colocamos a disposição do governador esses recursos que são fruto de nossa economia. Assim que o Estado conseguir a aquisição dos aparelhos, a Assembleia vai dispor dos valores. Somos parceiros nesse momento difícil para todos nós, sem ideologia política para vencermos o Coronavírus”, explicou Laerte Gomes.

A disseminação do Covid-19 alarmou toda a sociedade. Em Rondônia, há 555 notificações e 5 casos confirmados. Um dos primeiros a enxergar o perigo da pandemia, Laerte adotou medidas duras para proteger o servidor da Assembleia Legislativa e o cidadão que acompanha as atividades da Casa. Impôs restrições ao público no prédio; determinou que servidores com mais de 60 anos e do grupo de risco fizessem suas tarefas home office e reduziu o número de funcionários dos gabinetes dos deputados. “A hora é de união entre todos nós para vencermos essa batalha”, enfatizou o presidente da Assembleia Legislativa.

O parlamentar destacou também a sensibilidade do Poder Legislativo em atender o mais rápido possível o Poder Executivo aprovando o decreto de Calamidade Pública, permitindo ao Governo usar ferramentas emergenciais para contratação de pessoal para Saúde, comprar equipamentos emergenciais e garantir a logística necessária para combater a pandemia. “Fizemos nosso papel e estamos apoiando e ajudando no que for necessário o Governo”, frisou Laerte Gomes.

Propaganda do ar

Como você avalia a gestão do Governo Marcos Rocha?

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
airton

airton

Este site acompanha casos policiais. Todos os conduzidos são tratados como suspeitos e é presumida sua inocência até que se prove o contrário. Recomenda-se ao leitor critério ao analisar as reportagens. Nós usamos cookies em nosso site para oferecer a melhor experiência possível.

Para mais informações sobre e-mail
[email protected] whatsapp(69)984065272

Comentários

Com muito ❤ por go7.site