Confira – Concurso da Polícia Federal 2017, Solicitação com 1.758 vagas

24x31 banner gov

O concurso da Polícia Federal 2017 (Concurso PF 2017) está autorizado e foi protocolado para análise no Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão (MPOG). O certame foi autorizado pelo diretor-geral da PF, Leandro Daiello, que tem essa autonomia, mas ainda dependerá do aval do governo para liberação de verbas orçamentárias.

A solicitação de concurso da PF/2017 está sendo tratada em dois processos, que tramitam em conjunto desde o mês de setembro de 2016. No dia 10 de janeiro de 2017, a demanda foi reiterada pelo diretor-geral. Esse procedimento é necessário porque mesmo com a autonomia para abrir concursos policiais, obtida no fim de 2014, a PF ainda precisa de confirmação de disponibilidade orçamentária para o preenchimento das vagas a serem oferecidas.

A Polícia Federal tem objetivo de oferecer 1.758 vagas, sendo que 1.200 serão reservadas aos cargos de escrivão e agente, com 600 vagas cada, e 558 são para a solicitação já em andamento, com 491 oportunidades para delegado e 67 para perito. O concurso de delegado, perito, escrivão e agente já tramita no Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão (MPOG) e atualmente está na Secretaria de Gestão de Pessoas e Relações do Trabalho no Serviço Público (SEGRT).

A Polícia Federal pode autorizar concurso?

A autonomia teórica para a abertura de concursos foi conquistada pela PF no fim de 2014 e faz com que o órgão seja considerado uma das exceções à política de suspensão dos concursos públicos em andamento no governo federal. Apesar disso, a PF ainda não conseguiu o aval para realizar a seleção de delegado e perito, que já havia sido demandada. Com a inclusão dos cargos de agente e escrivão nos planos, o órgão deverá reforçar as negociações junto ao Planejamento.

De acordo com o decreto 8.326, já promulgado em 10 de outubro de 2014 pela presidência da república, a Polícia Federal não precisa mais de autorização por parte do Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão (MPOG) para abrir novos concursos. Apesar disso, ainda precisa de um parecer do órgão sobre as condições financeiras para o provimento das vagas.

O Concurso da Polícia Federal 2017

A expectativa é que o concurso da Polícia Federal 2017 ofereça uma oferta expressiva de vagas para os cargos de Delegado, Perito, Agente e Escrivão. Os cargos têm as seguintes exigências e atribuições:

Delegado de Polícia Federal

REQUISITO: diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de graduação de nível superior de bacharel em Direito, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo Ministério da Educação.

ATRIBUIÇÕES: instaurar e presidir procedimentos policiais de investigação, orientar e comandar a execução de investigações relacionadas com a prevenção e repressão de ilícitos penais, participar do planejamento de operações de segurança e investigações, supervisionar e executar missões de caráter sigiloso, participar da execução das medidas de segurança orgânica, bem como desempenhar outras atividades, semelhantes ou destinadas a apoiar o Órgão na consecução dos seus fins.

Perito Criminal

REQUISITO: diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de graduação de nível superior na área de atuação.

ATRIBUIÇÕES: realizar exames periciais em locais de infração penal, realizar exames em instrumentos utilizados, ou presumivelmente utilizados, na prática de infrações penais, proceder pesquisas de interesse do serviço, coletar dados e informações necessários à complementação dos exames periciais, participar da execução das medidas de segurança orgânica e zelar pelo cumprimento das mesmas, desempenhar outras atividades que visem apoiar técnica e administrativamente as metas da Instituição Policial, bem como executar outras tarefas que lhe forem atribuídas.

Escrivão de Polícia

REQUISITO: diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de nível superior, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo Ministério da Educação.

ATRIBUIÇÕES: dar cumprimento às formalidades processuais, lavrar termos, autos e mandados, observando os prazos necessários ao preparo, à ultimação e à remessa de procedimentos policiais de investigação; acompanhar a autoridade policial, sempre que determinado, em diligências policiais, dirigir veículos policiais; cumprir medidas de segurança orgânica; atuar nos procedimentos policiais de investigação; desempenhar outras atividades de natureza policial e administrativa, bem como executar outras tarefas que lhe forem atribuídas.

Agente de Polícia Federal

REQUISITO: diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de nível superior, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo Ministério da Educação.

ATRIBUIÇÕES: executar investigações e operações policiais na prevenção e na repressão a ilícitos penais, dirigir veículos policiais, cumprir medidas de segurança orgânica, desempenhar outras atividades de natureza policial e administrativa, bem como executar outras tarefas que lhe forem atribuídas.

Salários foram reajustados para 2017

Os salários dos servidores foram reajustados. Para as funções de Agente e Escrivão, na segunda classe, os ganhos sobem para R$ 12.374,65, indo para R$ 12.940,69 em janeiro de 2018 e R$ 13.502,41 em janeiro de 2019. Na primeira classe, as remunerações chegam a R$ 14.405,33 em 2017, R$ 15.067,83 em 2018 e R$ 15.725,27 em 2019. Já na classe especial, os salários são de R$ 17.497,24 em 2017, R$ 18.306,60 em 2018 e R$ 19.109,79 em 2019.

Já para Perito e Delegado da PF, na segunda classe, as remunerações chegam a R$ 22.265,68 em 2017, R$ 23.710,07 em 2018 e R$ 24.756,42 em 2019. Já na primeira classe, os salários serão de R$ 25.897,24 em 2017, R$ 27.105,60 em 2018 e indo para R$ 28.304,74 em 2019. Na classe especial, os servidores recebem R$ 28.720,24 em 2017, R$ 30.062,70 em 2018 e R$ 31.394,91 em 2019.

Déficit é alto

Segundo informou o Tribunal de Contas da União (TCU), a PF está com efetivo insuficiente para combater os ilícitos praticados nas regiões de fronteira. Na opinião do presidente da Federação Nacional dos Policiais Federais (Fenapef), Jones Leal, o departamento deveria quadruplicar o quantitativo de policiais nessa faixa do território, que hoje não chega a 500. “No mínimo, na pior das hipóteses, necessita de 2 mil policiais”, frisou.

Ainda de acordo com Jones, o problema é grave. “Nosso problema nas fronteiras é gravíssimo. Temos faixa de fronteira de 100 quilômetros sem nenhum policial. Fronteira seca por onde entra e sai todo tipo de ilícito”, alertou. “Nós não fabricamos AR-15, não fabricamos M16, não fabricamos AK-47, não fabricamos nenhum tipo de armamento pesado, e eles estão todo dia sendo apreendidos pelas polícias do nosso país”, lamentou.

Organizadora do Concurso PF 2017

Os concursos da Polícia Federal são tradicionalmente organizados pelo Cebraspe, Cespe/Unb. Os inscritos são avaliados por provas objetivas e discursivas, exame de aptidão física, exame médico, avaliação psicológica, prova prática de digitação (apenas escrivão), avaliação de títulos, prova oral (apenas delegado) e curso de formação profissional.

Provas / Conteúdo Agente Policial do Concurso da Polícia Federal

No último concurso para agente, a prova objetiva foi sobre Língua Portuguesa, Atualidades, Raciocínio Lógico, Noções de Informática, de Administração, de Contabilidade, de Economia e de Direito (Penal, Processual Penal, Administrativo e Constitucional), além de Legislação Especial. As provas são aplicadas em todas as capitais e os aprovados são inicialmente lotados justamente nas regiões de fronteira.

Concurso da PF para nível médio

Além das vagas para Delegado, Perito, Escrivão e Agente, a expectativa é que em breve um novo concurso seja divulgado para Agente Administrativo, função que tem requisito de nível médio. De acordo com o presidente da Federação, quase 70% dos que ingressaram no último concurso para o setor já deixaram o órgão.

Fonte: Noticias Concuros

blank

24x31 banner gov

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
airton

airton

Este site acompanha casos policiais. Todos os conduzidos são tratados como suspeitos e é presumida sua inocência até que se prove o contrário. Recomenda-se ao leitor critério ao analisar as reportagens. Nós usamos cookies em nosso site para oferecer a melhor experiência possível.

Para mais informações sobre e-mail
[email protected] whatsapp(69)984065272

Comentários

Com muito ❤ por go7.site