sexta-feira, março 1, 2024
Banner Theo Coelho
25 C
Porto Velho
sexta-feira 1, março, 2024
- Publicidade -
gov Jogos intermunicipal de ro

PC cumpre mandado de prisão contra acusado de homicídio em Nova Brasilândia

Mais lidos

A Policia Civil de Nova Brasilândia do Oeste (RO), realizou na manhã desta terça-feira (13) a prisão de Paulino Rosa dos Santos, investigado como suspeito da morte de Aparecido Tavares, vulgo “Pistronca”.

A equipe do Serviço de Investigação e Capturas (SEVIC) da Policia Civil compostas pelos agentes Eduardo Gomes  e Brito, imediatamente deu início às investigações referente ao homicídio de Aparecido Tavares. Através de informações de testemunhas, Paulino era o autor do crime na data de (04/04/2017), diligencias foram realizadas em sua residência e em bares da cidade, contudo, o suspeito não foi localizado dado como foragido.

Relatos apresentados a Policia Civil, narra que Paulino e Pistronca discutiam minutos antes do crime. Durante a chegada dos agentes no local, foi constatado que a vítima tinha um corte do lado esquerdo do abdômen que deixou as vísceras expostas e não apresentava mais sinais de vida.

Na última quinta-feira (08), Paulino foi localizado em uma propriedade na linha 17, lado Norte, e foi conduzido a delegacia de polícia civil para prestar depoimento.

Nesta terça-feira (13), um mandado de prisão foi confeccionado em desfavor de Paulino, pelo crime de homicídio (Art. 121). O suspeito foi localizado em um bar da cidadePaulino confessou todo crime.          

Motivo do Crime

Segundo depoimento de Paulino Rosa dos Santos o crime foi motivado devido as ameaças que vinha sofrendo por parte de Aparecido Tavares.  Ao ser ouvido, Paulino destacou que Aparecido dizia que o mataria, o mesmo, já havia passagens pela polícia por homicídio, o que levou ao autor do crime executar Aparecido por temer pela própria vida.

- Publicidade -
INFRAESTUTURA GOV RO 01 06.02.2024
- Publicidade -
Loja da tucano
arigurte

Você pode gostar também!

Feito com muito 💜 por go7.com.br
Pular para o conteúdo