Um cliente para 20 m² de mercado durante o coronavírus; Vilhena limita acesso de consumidores

Propaganda do ar

Um decreto municipal de Vilhena (RO), que já está em vigor, passou a limitar o acesso de consumidores em estabelecimentos como mercados, postos de combustíveis e açougues. Segundo a prefeitura, as empresas só poderão liberar uma pessoa a cada 20 metros quadrados, conforme área útil de circulação da construção.

Caso atinja o limite de área, a empresa deve proibir a entrada de novos clientes. Para isso, é preciso fazer o controle de acesso, tanto interno quanto externo, além de providenciar higienização de equipamentos de uso comum no estabelecimento.

Nos próximos 15 dias, o prefeito Eduardo Japonês permitiu que apenas alguns estabelecimentos continuem abertos. São eles: mercearias, mercados e supermercados, açougues e congêneres; farmácia, pet shops, postos e distribuidoras de combustíveis, indústrias de alimentos e bebidas, veterinárias e lojas agropecuárias, serviços funerários e cartórios.

Ainda conforme o decreto, estes estabelecimentos devem reservar duas horas por dia (de 7h às 9h) para atendimento exclusivo do grupo de risco ao coronavírus.

Já restaurantes, lanchonetes e padarias podem funcionar mediante oferecimento de serviço de entregas (delivery) ou por retirada pelo consumidor.

O que está proibido?

  • O decreto proibiu a circulação de veículos de transporte coletivo urbano municipal de passageiros e serviços públicos de transporte autorizados por lei, como táxis, mototáxis e serviços de transporte por aplicativos.
  • Academias de esportes e ginástica, centros esportivos, clubes em geral, associações recreativas, teatros, cinemas, casas de espetáculos, bares, boates, tabacarias, casas noturnas, shows artísticos e congêneres, ou quaisquer estabelecimentos de entretenimento de ambiente fechado ou aberto.
  • Atendimento presencial em agências bancárias, instituições financeiras.
  • Funcionamento de shoppings centers e galerias.
  • Cultos, missas, casamentos, batizados, aniversários, ou eventos que aglomerem pessoas presencialmente.
 

A cidade de Vilhena tem 6 casos suspeitos da Covid-19, mas nenhum foi confirmado até esta segunda-feira (23).

Coronavírus: infográfico mostra principais formas de transmissão e sintomas da doença — Foto: Infografia/G1

Propaganda do ar

Como você avalia a gestão do Governo Marcos Rocha?

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
airton

airton

Este site acompanha casos policiais. Todos os conduzidos são tratados como suspeitos e é presumida sua inocência até que se prove o contrário. Recomenda-se ao leitor critério ao analisar as reportagens. Nós usamos cookies em nosso site para oferecer a melhor experiência possível.

Para mais informações sobre e-mail
[email protected] whatsapp(69)984065272

Comentários

Com muito ❤ por go7.site