Vó e neto são libertados de cativeiro após novo sequestro relâmpago; criminosos foram presos

24x31 banner gov
blank

Jonatha R. J., 19 anos, Marcos Henrique O. L., 21 foram presos na noite de terça-feira (18), após roubar e fazer reféns uma mulher, de 53 anos, e o neto, de 7 anos. As vítimas foram sequestradas em frente a uma residência, localizada no Bairro Cidade do Lobo, na Zona Sul de Porto Velho. Esse é o segundo caso de sequestro na capital somente nesta semana.
Segundo a ocorrência, a mulher e o neto estavam chegando em veículo modelo Amarok na residência de um familiar, localizada na Rua Magno Arsolino, Bairro Cidade do Lobo, quando dois criminosos abordaram as vítimas anunciando o roubo.

Os bandidos entraram na caminhonete, e obrigaram a mulher dirigir sob a mira de uma arma de fogo. Durante o percurso, eles mandaram a vítima parar o carro para um comparsa entrar no veículo.

As vítimas foram levadas para uma casa abandonada na Rua Genebra, Bairro Monte Sinai.

No local, as duas vítimas também ficaram sob a mira de uma arma de fogo em posse de Marcos e outro comparsa. Já Jonatha seguiu com a caminhonete em direção ao município de Guajará-Mirim.

A PM foi acionada após ter sido informada por familiares que as vítimas estavam desaparecidas desde o início da noite e a mulher não atendia as ligações, apenas as mensagens de WhatsApp estavam sendo visualizadas.

Após desconfiarem de ser mais um sequestro, equipes de plantão nos distritos de Vista Alegre do Abunã e Nova Mamoré foram avisadas e conseguiram abordar o veículo na BR-364, e prenderam Jonatha com o veículo roubado da mulher.

Uma equipe de inteligência da PM conseguiu chegar até o cativeiro e libertar a mulher e a criança.

Os dois criminosos que estavam no cativeiro com as vítimas chegaram a fugir, mas Marcos foi capturado. O comparsa dele não foi localizado.

FONTE: RONDONIAAGORA

24x31 banner gov

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Elaine

Elaine

Este site acompanha casos policiais. Todos os conduzidos são tratados como suspeitos e é presumida sua inocência até que se prove o contrário. Recomenda-se ao leitor critério ao analisar as reportagens. Nós usamos cookies em nosso site para oferecer a melhor experiência possível.

Para mais informações sobre e-mail
[email protected] whatsapp(69)984065272

Comentários

Com muito ❤ por go7.site