Polícia Federal deflagra operação contra o tráfico de drogas interestadual

Propaganda do ar
blank

Operação Intervenção cumpre mandados em 5 cidades dos Estados de Rondônia e Maranhão

A Polícia Federal deflagrou nesta quinta-feira (11/11/2021) a OPERAÇÃO INTERVENÇÃO visando desarticular esquema criminoso de envio de carregamento de drogas do Estado de Rondônia para o Maranhão através do uso de veículos utilitários, caminhões e ônibus. A última carga do grupo foi apreendida na data de ontem.

Nesta última ocasião os Policiais Federais, em acompanhamento a dois dos integrantes da associação, lograram êxito em apreender mais de 188kg (cento e oitenta e oito quilos) de cocaína sendo transportados em um caminhão vindo da cidade de Guajará-Mirim/RO a Porto Velho/RO. A abordagem se deu no KM48 da BR-364 sentido Rio Branco/AC. 

Hoje aproximadamente 100 policiais federais cumprem 28 Mandados Judiciais de Prisão Preventiva e de Busca e Apreensão expedidos pela Vara de Delitos de Tóxicos de Porto Velho/RO. Os mandados estão sendo cumpridos em cinco cidades: Guajará-Mirim/RO, Porto Velho/RO, Paço de Lumiar/MA, São José de Ribamar/MA e Parauapebas/PA.

As investigações foram iniciadas em março de 2021, quando integrantes do grupo criminoso, que é sediado em Porto Velho/RO, tentavam trocar um caminhão por droga (cocaína) na cidade de Guajará-Mirim/RO. O grupo portovelhense adquiria a droga em Guajará Mirim/RO e enviava para a droga para a grande São Luís/MA.

A droga era enviada para o Maranhão por rodovias federais, especialmente a BR-364 e BR-230 (Transamazônica). Durante a operação outras três remessas de drogas foram apreendidas nas cidades de Ji-Paraná e Porto Velho/RO, cerca de 120kg (cento e vinte quilos) de substância popularmente conhecida como “cocaína”. Sendo assim, aproximadamente 310kg (trezentos e dez quilos) de “cocaína” do grupo foram apreendidos.

O dinheiro da droga era recebido de forma dissimulada em contas bancárias de empresas de “fachada” e de pessoas próximas aos traficantes, o que caracteriza o delito de lavagem de dinheiro. Os presos, após serem ouvidos pela Polícia Federal, serão encaminhados para o sistema prisional onde responderão pelos crimes de tráfico interestadual de drogas, associação ao tráfico, bem como lavagem de dinheiro cujas penas somadas podem chegar a mais de 40 anos de prisão.

O nome da Operação é atinente aos esforços despendidos pela Polícia Federal na INTERVENÇÃO no tráfico de drogas entre Rondônia e Maranhão.

Comunicação Social da Polícia Federal/Alerta Rondônia 

blank blank blank blank blank

Propaganda do ar

Como você avalia a gestão do Governo Marcos Rocha?

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Almi Coelho

Almi Coelho

Este site acompanha casos policiais. Todos os conduzidos são tratados como suspeitos e é presumida sua inocência até que se prove o contrário. Recomenda-se ao leitor critério ao analisar as reportagens. Nós usamos cookies em nosso site para oferecer a melhor experiência possível.

Para mais informações sobre e-mail
[email protected] whatsapp(69)984065272

Comentários

Com muito ❤ por go7.site