domingo, abril 14, 2024
28 C
Porto Velho
domingo 14, abril, 2024
- Publicidade -
CAMPANHA TRANSPARÊNCIA- PNA 13.04.2024 BANNER 970X250

Acusado de mandar matar a esposa é condenado a 18 anos de prisão em RO

Mais lidos

O Tribunal de Justiça de Rondônia (TJ-RO) condenou a 18 anos de prisão um homem de 45 anos acusado de planejar e mandar assassinar a própria esposa de 45 anos com disparos de arma de fogo na residência onde o casal morava no Bairro Bom Futuro em Machadinho D’Oeste (RO), município a 340 quilômetros de Porto Velho. De acordo com a sentença decretada pela 1ª Vara Criminal da Comarca, o réu deverá cumprir a pena em regime fechado e a decisão ainda cabe recurso.

Conforme o processo, a mulher foi assassinada na madrugada do dia 23 de setembro de 2014, no momento em que dormia no quarto do casal e acordou quando o suspeito entrou no imóvel. A vítima levantou da cama para pegar o filho que estava no berço e o suspeito efetuou dois disparos de arma de fogo contra ela, que a atingiram na região da cabeça e do tórax.

Durante as investigações da Polícia Civil, se constatou que o suspeito adentrou no imóvel com as chaves da residência, as quais foram entregues pelo marido da vítima. Entretanto, o homem relatou durante o registro da ocorrência que a chave utilizada pelo suspeito ao entrar seria a cópia de uma chave da casa em que o casal havia perdido há cerca de três meses, fazendo com que o caso se passasse como uma tentativa de roubo.

Segundo a Justiça, o réu foi julgado através do Júri Popular e o Conselho de Sentença reconheceu, por maioria de votos, que ele cometeu o homicídio duplamente qualificado, em praticar o crime por motivo fútil e mediante recurso que impossibilitou a defesa da vítima.

Na decisão, o juiz reconheceu que as consequências do crime são graves, pois a vítima deixou quatro filhos desamparados e determinou a pena base em 12 anos de reclusão. A pena foi aumentada em mais dois anos por estar presente a agravante de crime cometido contra a esposa. Devido o crime ser cometido mediante recurso que impossibilitou a defesa da vítima, a pena definitiva foi fixado em 18 anos de reclusão.

Fonte: G1 
Postado por Izabella Coelho – DRT 1587/RO

- Publicidade -
INFRAESTUTURA GOV RO  05.04.2024 PROG VENC
- Publicidade -
CAMPANHA TRANSPARÊNCIA- PNA 13.04.2024 BANNER 300X250

Você pode gostar também!

Feito com muito 💜 por go7.com.br
Pular para o conteúdo