EX-DEPUTADO KAKÁ MENDONÇA TEM NEGADO PEDIDO DE PRISÃO DOMICILIAR

24x31 banner gov

O Pleno do Tribunal de Justiça de Rondônia, através do desembargador Eurico Montenegro Júnior, negou o pedido de prisão domiciliar formulado pelos patronos do ex-deputado estadual Kaká Mendonça (PTB).

Condenado pelos crimes concussão e formação de quadrilha, Mendonça está preso desde abril do ano passado no Presídio do Município de Pimenta Bueno.

No pedido, os advogados alegam, pelo fato de Kaká ser ex-autoridade, deveria ser socorrido pela justiça e cumprir pena em cela individual e não misturado com presos comuns e perigosos, cumprindo todo tipo de sentença.

O magistrado, ao negar o pedido, teve por base parecer do Ministério Público: “O ex-deputado não se amolda aos pressupostos da Execução Penal para ter direito à prisão domiciliar – ou seja, ter acima de 70 anos, ou ser portador de moléstia grave. Também foi negada a prescrição de sua pena pelo crime de formação de quadrilha”.

 
24x31 banner gov

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
airton

airton

Este site acompanha casos policiais. Todos os conduzidos são tratados como suspeitos e é presumida sua inocência até que se prove o contrário. Recomenda-se ao leitor critério ao analisar as reportagens. Nós usamos cookies em nosso site para oferecer a melhor experiência possível.

Para mais informações sobre e-mail
[email protected] whatsapp(69)984065272

Comentários

Com muito ❤ por go7.site