Pastor que pregava em Rondônia é preso no MT acusado de estuprar meninas VÍDEO

24x31 banner gov

O pastor Paulo Roberto Alves, 52 anos, que foi candidato a vice-prefeito por Cuiabá, foi preso na tarde da última quarta-feira (12), no bairro Jardim Itália, em Cuiabá, acusado de estuprar uma criança de 11 anos, identificada como A.N.A.S. e uma adolescente de apenas 16 anos, identificada como C.A.S.. As duas teriam recebido R$ 150 pelo programa. Após avistar uma viatura, o suspeito fugiu do local.

Conforme as informações do Boletim de Ocorrências (BO), uma viatura que fazia rondas pela região se deparou com uma caminhonete (Toyota Hilux) deixando duas crianças próximo a um matagal. Os policiais decidiram então seguir o suspeito para realizar a abordagem, mas quando ele percebeu, resolveu fugir em alta velocidade.

A viatura então retornou até o matagal e encontrou as duas meninas em um ponto de ônibus. No início, as duas inventaram uma história que não convenceu os policiais, que seguiram para a casa dos pais delas. Porém, eles não estavam na residência. Depois de algum tempo, a menor de 16 anos, que estava com R$ 150, disse que conhecia o suspeito há alguns dias e que já saiu e teve relação sexual com ele.

Na quarta-feira, ele teria ligado diversas vezes no telefone da menina, que estava na escola. O homem então teria dito que queria sair com ela e sua sobrinha, de apenas 11 anos. A garota disse que a criança seria muito nova, mas mesmo assim o acusado teria insistido na situação. Após o pastor convencer a menor, as duas seguiram até a residência dele, que fica localizada no bairro Jardim Itália.

A menina de 16 anos disse que as duas foram direto para o quarto do pastor, que teve relação sexual com a sua sobrinha, enquanto ela assistia a tudo. Depois de cometer o crime, ele ainda teria dado R$ 50 para ela e R$ 100 para a maior. De posse da placa da caminhonete, os PMs iniciaram as buscas pelo acusado.

A adolescente de 16 anos ainda relatou que, após ter visto a viatura, ele ligou para ela oferecendo mais R$ 200 para que o ocorrido não fosse relatado. O pastor foi preso e teve de prestar esclarecimentos na delegacia.

Além de pastor Evangélico da Assembleia de Deus dos Milagres, Paulo Roberto também já foi candidato a vice-prefeito em Cuiabá na chapa de Carlos Brito no ano de 2012.

 

O pastor Paulo Roberto Alves, 52 anos.

 

Fonte: Olhar Direto
24x31 banner gov

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
airton

airton

Este site acompanha casos policiais. Todos os conduzidos são tratados como suspeitos e é presumida sua inocência até que se prove o contrário. Recomenda-se ao leitor critério ao analisar as reportagens. Nós usamos cookies em nosso site para oferecer a melhor experiência possível.

Para mais informações sobre e-mail
[email protected] whatsapp(69)984065272

Comentários

Com muito ❤ por go7.site