Policiais civis de MT protestam contra a reforma da Previdência

24x31 banner gov

Delegados, escrivães e investigadores da Polícia Civil de Mato Grosso realizam ontem (07) um manifesto contra a Reforma da Previdência.

Em Alta Floresta também houve mobilização.

Os sindicatos Sindepojuc, Sindepo, Siagespoc que representam as categorias alertam sobre as graves consequências que as novas regras à aposentadoria especial poderão acarretar aos policiais civis, caso a Reforma da Previdência seja aprovada no Congresso conforme texto original. Eles consideram a proposta um retrocesso aos avanços e direitos do trabalhador.

PROPOSTAS – A proposição do Governo engloba os seguintes pontos altamente prejudiciais:

– fim da paridade, inclusive para quem já faz jus à aposentadoria;

– relativização do direito adquirido quanto à paridade, tempo de serviço e de contribuição;

– estabelecimento de uma idade mínima de 65 anos, inclusive para aqueles que já forem servidores ativos (até a idade de 50 anos, não haveria praticamente regra de transição, enquanto que para aqueles que já ultrapassaram tal limite de idade, deverá cumprir período adicional de tempo em relação ao regime atual)

– unificação dos limites remuneratórios dos regimes de previdência, os quais terão como teto aquele vigente no regime real (máximo definido pelo INSS);

– aumento da alíquota previdenciária, possivelmente para o valor de 14%;

– fim de todas as disposições próprias do regime especial de aposentadoria.

O movimento destaca que a situação é de urgência e de calamidade para a própria existência das instituições de polícia judiciária no Brasil, havendo um tratamento díspar nas intenções do Governo em relação aos militares da Forças Armadas, os quais merecidamente serão excluídos da Proposta de Emenda Constituição da Reforma da Previdência, sendo negociadas suas mudanças por lei complementar.

24x31 banner gov

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
airton

airton

Este site acompanha casos policiais. Todos os conduzidos são tratados como suspeitos e é presumida sua inocência até que se prove o contrário. Recomenda-se ao leitor critério ao analisar as reportagens. Nós usamos cookies em nosso site para oferecer a melhor experiência possível.

Para mais informações sobre e-mail
[email protected] whatsapp(69)984065272

Comentários

Com muito ❤ por go7.site