Após discussão com amiga, vilhenense de 27 anos é assassinada com facada no peito em cidade de Mato Grosso

Propaganda do ar

Corpo de Camila deve ser trazido para sepultamento em Vilhena

Uma garota de 27 anos, identificada como Camila Andrade Moreira Lima, foi assassinada com uma facada no peito na manhã desta quarta-feira, 26, na casa onde morava no bairro Jardim Paulista 1, em Sinop, cidade de Mato Grosso a 500 km de Cuiabá. A autora do crime, cuja identidade não revelada, fugiu e até o momento, não foi localizada.

O homicídio foi registrado por volta das 07h, na propriedade localizada na rua Sumaré. A Polícia Militar foi acionada por testemunhas.

De acordo com a Polícia Civil, a vítima e a acusada estavam em um bar da cidade quando se envolveram em um desentendimento. Após a briga, Camila voltou para casa, onde moram outras garotas.

Pouco tempo depois, a acusada – que também morava no local – voltou a se desentender com a vítima. No entanto, durante a confusão a mulher golpeou a colega com uma facada no peito.

A Politec (Perícia Oficial e Identificação Técnica) esteve na cena do crime e analisou as condições em que o corpo foi encontrado, além de periciar toda a casa em busca de vestígios que possam ajudar na elucidação do caso

Uma equipe do Corpo de Bombeiros esteve no local, mas a mulher já não possuía mais os sinais vitais. O pai de Camila é um ex-policial militar que continua morando em Vilhena.

O cadáver foi encaminhado ao Instituto Médico Legal onde passou por exame de necropsia, que irá apontar a causa clínica da morte. O corpo deverá trazido para Vilhena, onde Camila morava antes de se mudar para a cidade mato-grossense onde estava residindo há cerca de três meses.

A PM fez buscas na região, mas até a publicação desta matéria a assassina não foi encontrada.

A motivação da briga não foi revelada. O caso está sendo apurado pela Polícia Civil.

Fonte: Repórter MT

GOVERNO PI 030601

COMO VOCÊ AVALIA A GESTÃO DA PREFEITA CARLA REDANO EM ARIQUEMES?

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Almi Coelho

Almi Coelho

Este site acompanha casos policiais. Todos os conduzidos são tratados como suspeitos e é presumida sua inocência até que se prove o contrário. Recomenda-se ao leitor critério ao analisar as reportagens. Nós usamos cookies em nosso site para oferecer a melhor experiência possível.

Para mais informações sobre e-mail
[email protected] whatsapp(69)984065272

Comentários

Com muito ❤ por go7.site