Em Ariquemes/RO, PRF flagra jovem com mais de 2 kg de cocaína líquida e realiza a recaptura de foragido da justiça

Propaganda do ar
blank

 A Polícia Rodoviária Federal (PRF) em Ariquemes/RO, durante fiscalização ostensiva na BR 364, flagrou, em um ônibus interestadual, um homem de 21 anos transportando cocaína em estado líquido em suas bagagens. Além disso, os policiais localizaram, no mesmo veículo, um senhor, de 58 anos de idade, que estava com mandado de prisão em aberto. As ocorrências foram registradas na manhã desta quinta-feira (27).

Ao abordar o veículo de transporte de passageiros (ônibus), rota Porto Velho/RO – Cascavel/PR, os policiais notaram um nervosismo excessivo em um dos passageiros. A guarnição realizou uma busca nas bagagens do jovem e encontrou, costuradas nos revestimentos de três casacos de frio, diversas embalagens contendo cocaína líquida. Ao ser questionado sobre os ilícitos, o infrator confessou que os recebeu no município de Guajará-Mirim/RO e que ganharia um valor em dinheiro para levá-los à capital mato-grossense, Cuiabá.

No total, 2.12 Kg de cloridrato de cocaína foram apreendidos e encaminhados, junto ao criminoso, à Polícia Civil de Ariquemes; esta quantidade poderia render ao crime organizado uma quantia superior a 265 mil reais, segundo levantamento do Departamento de Polícia Rodoviária Federal.

Em continuidade à fiscalização aos demais passageiros do ônibus, a equipe localizou um foragido da justiça. Um senhor, 58 anos, foi identificado e preso por haver, em seu desfavor, mandado de prisão em aberto pelo crime de homicídio. Após a realização do exame de corpo de delito, o preso foi entregue aos responsáveis pelo presídio de Ariquemes.

Propaganda do ar

Como você avalia a gestão do Governo Marcos Rocha?

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Almi Coelho

Almi Coelho

Este site acompanha casos policiais. Todos os conduzidos são tratados como suspeitos e é presumida sua inocência até que se prove o contrário. Recomenda-se ao leitor critério ao analisar as reportagens. Nós usamos cookies em nosso site para oferecer a melhor experiência possível.

Para mais informações sobre e-mail
[email protected] whatsapp(69)984065272

Comentários

Com muito ❤ por go7.site