Em meio a racha no PTB, filha de Roberto Jefferson posta que o pai ‘não está bem da cabeça’

Propaganda do ar
blank

A ex-deputada Cristiane Brasil, filha do presidente do PTB, Roberto Jefferson, fez sucessivas publicações em uma rede social na noite deste sábado alegando que o pai estaria sob influências indevidas no partido e que “não está bem da cabeça”. As postagens ocorreram em meio a um racha no PTB durante a prisão de Jefferson, que passou o comando interino da sigla para Graciela Nievov, com quem Cristiane vem tendo atritos devido à condução da legenda.

Preso preventivamente por decisão do ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), por ataques à democracia, Jefferson foi transferido no início de setembro para um hospital particular na Zona do Sul, para tratar uma infecção urinária e para a realização de um cateterismo.

Em uma de suas postagens, Cristiane Brasil compartilhou uma imagem de Graciela ao lado do presidente Jair Bolsonaro, cuja legenda a citava como “escolhida de Deus” para dirigir o PTB na ausência de Jefferson.

“É com profundo pesar que afirmo: meu pai não está bem da cabeça”, escreveu a filha de Jefferson.

Preso preventivamente por decisão do ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), por ataques à democracia, Jefferson foi transferido no início de setembro para um hospital particular na Zona do Sul, para tratar uma infecção urinária e para a realização de um cateterismo.

Em uma de suas postagens, Cristiane Brasil compartilhou uma imagem de Graciela ao lado do presidente Jair Bolsonaro, cuja legenda a citava como “escolhida de Deus” para dirigir o PTB na ausência de Jefferson.

“É com profundo pesar que afirmo: meu pai não está bem da cabeça”, escreveu a filha de Jefferson.

blank

 

blank

Propaganda do ar

Como você avalia a gestão do Governo Marcos Rocha?

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Almi Coelho

Almi Coelho

Este site acompanha casos policiais. Todos os conduzidos são tratados como suspeitos e é presumida sua inocência até que se prove o contrário. Recomenda-se ao leitor critério ao analisar as reportagens. Nós usamos cookies em nosso site para oferecer a melhor experiência possível.

Para mais informações sobre e-mail
[email protected] whatsapp(69)984065272

Comentários

Com muito ❤ por go7.site