Passageiro morre e condutora é socorrida após colisão entre carro e carreta na BR-364 entre Cacoal e Presidente Médici

Propaganda do ar
blank

A Colisão lateral entre veículo de passeio e carreta resultou na morte de um homem de 30 anos na BR – 364, próximo a localidade conhecida como Castanhal em chegada de Cacoal.

O acidente aconteceu na tarde de sábado(13), na BR-364, próximo ao Castanhal, entre os municípios de Cacoal e Presidente Médici. Não há informações precisas de como o acidente ocorreu, porém é possível afirmar que a carreta colidiu lateralmente com um veículo Cruze. Com a força do impacto, o veículo Cruze pegou fogo e acabou infelizmente resultando na morte de um homem identificado por [F. H. da S.], que estava no banco do passageiro, morreu antes da chegada do socorro. A condutora do veículo sofreu diversos ferimentos e foi encaminhada para o Hospital Regional de Urgência e Emergência (Heuro).

Conforme informações, o veículo Chevrolet Cruze, com placas de Belo Horizonte (MG) seguia sentido a Ji-Paraná. Com a colisão, o carro que teve a frente destruída, foi arremessado para a lateral da estrada. No interior do veículo estava a condutora e o passageiro [F. H.], que morreu no local. O Corpo de Bombeiros precisou utilizar equipamentos para a retirada do corpo da vítima que ficou preso às ferragens.

O Corpo de Bombeiros foi acionado e depois de prestar os primeiros socorros no local encaminhou a condutora ferida para o Hospital Heuro em Cacoal. Ainda de acordo com informações repassadas a reportagem, o motorista da carreta, que não se feriu no acidente, informou que ao perceber que o carro fazendo zigue-zague em sua pista, tentou desviar para a lateral, mas não conseguiu evitar a colisão.

blank blank blank

Foto: Reprodução/Alerta Cacoal

Propaganda do ar

Como você avalia a gestão do Governo Marcos Rocha?

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Almi Coelho

Almi Coelho

Este site acompanha casos policiais. Todos os conduzidos são tratados como suspeitos e é presumida sua inocência até que se prove o contrário. Recomenda-se ao leitor critério ao analisar as reportagens. Nós usamos cookies em nosso site para oferecer a melhor experiência possível.

Para mais informações sobre e-mail
[email protected] whatsapp(69)984065272

Comentários

Com muito ❤ por go7.site