Polícia Federal cumpre mandado de busca e apreensão no interior de Rondônia

Propaganda do ar
blank

A Polícia Federal deflagrou na tarde desta quarta-feira (24/11/2021) a “Operação DIRTYBOX”, de repressão à divulgação de imagens e vídeos de exploração sexual de crianças e adolescentes na internet.  

O mandado de busca e apreensão, expedido pela Vara Única da Subseção Judiciária da Justiça Federal em Vilhena/RO, foi cumprido em residência situada no mesmo município. 

Durante o cumprimento das buscas, o investigado foi autuado em flagrante pelo delito de armazenamento de imagens e vídeos de exploração sexual infantil (Art 241-B, do ECA), fato constatado no cumprimento do mandado de busca e apreensão.                           

No interior das residências, a Polícia Federal apreendeu equipamentos eletrônicos que estariam sendo utilizados na prática das condutas criminosas. O detido foi levado para a sede da Delegacia da Polícia Federal em Vilhena/RO para procedimentos policiais.

As investigações iniciaram a partir de relatório produzido pelo Centro Nacional para Crianças Desaparecidas e Exploradas (NCMEC, em inglês, National Center for Missing and Missing and Exploited Children), com análise e tratamento das informações pelo Núcleo de Análise da Delegacia de Defesa Institucional em Porto Velho. Foi identificado que o usuário armazenava e disponibilizava através de plataforma em nuvem arquivos contendo abuso sexual infantojuvenil.

As penas para o delito de armazenamento de imagens e vídeos de exploração sexual infantil (Artigo 241-B, do ECA) podem chegar a 4 (quatro) anos e para o crime de disponibilização/divulgação de material de pornografia infantil (artigo 241- A, do ECA) podem chegar a 6 (seis) anos por cada compartilhamento realizado.

O nome da operação, “DirtyBox”, que significa caixa suja em inglês, faz referência ao tipo de conteúdo armazenado e divulgado pelo investigado através de plataforma em nuvem específica.

Propaganda do ar

Como você avalia a gestão do Governo Marcos Rocha?

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Almi Coelho

Almi Coelho

Este site acompanha casos policiais. Todos os conduzidos são tratados como suspeitos e é presumida sua inocência até que se prove o contrário. Recomenda-se ao leitor critério ao analisar as reportagens. Nós usamos cookies em nosso site para oferecer a melhor experiência possível.

Para mais informações sobre e-mail
[email protected] whatsapp(69)984065272

Comentários

Com muito ❤ por go7.site