Prefeitura decide manter funcionamento dos serviços não essenciais em Vilhena, RO

Propaganda do ar

A Prefeitura de Vilhena (RO), no Cone Sul, decidiu não suspender as atividades comerciais consideradas não essenciais durante a quarentena. O executivo municipal, porém, afirmou que aumentará o número de restrições para que os estabelecimentos continuem funcionando em meio à pandemia do novo coronavírus.

A decisão foi tomada durante uma reunião feita por videoconferência com a equipe que coordena os trabalhos de prevenção contra a Covid-19, após o Ministério Público de Rondônia (MP-RO), junto ao Ministério Público do Trabalho (MPT), mover uma ação contra o estado.

Na reunião, ficou decidido que o comércio continuará aberto, mas com algumas exigências que foram adicionadas no decreto de calamidade pública do município nesta terça-feira (5) para evitar a disseminação da Covid-19 na cidade.

Entre as novas restrições aos estabelecimentos estão: fiscalização no uso de máscaras por funcionários e clientes, aumento no distanciamento entre as pessoas dentro da empresa, passando a ser 20m² por pessoa e fiscalização no distanciamento de dois metros por pessoa entre filas.

A prefeitura informou ainda que as fiscalizações deverão ser feitas pela Polícia Militar (PM) e Vigilância Sanitária.

Propaganda do ar

Como você avalia a gestão do Governo Marcos Rocha?

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
alertarondonia

alertarondonia

Este site acompanha casos policiais. Todos os conduzidos são tratados como suspeitos e é presumida sua inocência até que se prove o contrário. Recomenda-se ao leitor critério ao analisar as reportagens. Nós usamos cookies em nosso site para oferecer a melhor experiência possível.

Para mais informações sobre e-mail
[email protected] whatsapp(69)984065272

Comentários

Com muito ❤ por go7.site