Supremo Tribunal Federal publica acórdão e Ivo Cassol tem pena prescrita

Propaganda do ar
blank

– O STF publicou nesta segunda feira (8), a certidão de trânsito em julgado, tornando o ex-governador Ivo Cassol (PP) elegível para as eleições de 2022. O processo se refere à calúnia e difamação de Ivo Cassol contra o ex-procurador de Justiça, Reginaldo Trindade. Em 2013, o então senador Ivo Cassol (PP-RO) acusara o procurador Reginaldo Trindade de usar o Ministério Público Federal de Rondônia “em benefício próprio” de maneira corporativista.

A denúncia, recebida em 2014 pelo STF, Cassol acusou Trindade de conivência na extração ilegal de madeira e diamantes da Reserva Indígena Roosevelt, fraude processual em investigação sobre crime eleitoral e corrupção de testemunha. Os fatos aconteceram entre 13 de agosto de 2007 e 25 de março de 2010, enquanto o senador do PP de Rondônia ocupava o cargo de governador do Estado. Sem provar o que disse, Ivo Cassol foi condenado. A defesa de Cassol pedia que fosse reconhecida a prescrição da pena e decretada a extinção da ação, ou para que seja absolvido dos crimes, alegando ausência de provas para a condenação. O que conseguiu somente agora em 2021, às vésperas das eleições de 2022.

Leia aqui todo o processo e o acórdão

blank

Fonte:  Mais Rondônia/Alerta Rondônia

Propaganda do ar

Como você avalia a gestão do Governo Marcos Rocha?

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Almi Coelho

Almi Coelho

Este site acompanha casos policiais. Todos os conduzidos são tratados como suspeitos e é presumida sua inocência até que se prove o contrário. Recomenda-se ao leitor critério ao analisar as reportagens. Nós usamos cookies em nosso site para oferecer a melhor experiência possível.

Para mais informações sobre e-mail
[email protected] whatsapp(69)984065272

Comentários

Com muito ❤ por go7.site