SUSPEITO DE ENVOLVIMENTO EM SEQUESTRO A FAMÍLIA DE MÉDICO É PRESO COM PISTOLA DA POLÍCIA E DROGA

Propaganda do ar

O casal identificado como Alessandro Alves Pereira, 27 anos e Gisele Maciel Ortiz, 25 anos, foi preso na tarde desta sexta-feira (24), por tráfico de drogas e porte ilegal de arma de fogo. A irmã de Alessandro, identificada como Maria Carolina Alves Pereira, 21 anos, foi presa por incitar populares contra os policiais. A prisão do trio aconteceu em uma residência no Bairro Três Marias, Zona Leste de Porto Velho.

Conforme as informações colhidas pela reportagem do site Alerta Rondônia, uma guarnição do 5° Batalhão foi ao local após receber informações de que um dos suspeitos de envolvimento no sequestro da família de um médico na noite de ontem estaria no endereço referido, armado e traficando droga na companhia de sua esposa. Na chegada dos policiais, Alessandro logo saiu correndo, pulando muros de residências vizinhas. O cerco foi montado e o suspeito acabou preso. Com ele foi apreendida uma pistola calibre 40, com numeração raspada e contendo 13 munições intactas. Tal armamento é de uso exclusivo das forças policiais. Na residência do suspeito foi encontrada a esposa dele ( Gisele), uma considerável porção de cocaína, material utilizado para embalagem de entorpecente, além de dinheiro trocado. Galego, como é vulgarmente conhecido Alessandro, é apenado do regime semiaberto e portava tornozeleira de monitoramento eletrônico.

Maria Carolina, que é irmã de Galego, acabou recebendo voz de prisão após tentar colocar a população contra os policiais e atrapalhar o trabalho que era realizado. Alessandro nega que tenha participado do sequestro na noite de ontem. A Polícia Civil segue com as investigações.

Por Richard Nunes

DRT – 1613/RO

Fonte: Alerta Rondônia

CANPANHA DE 13.11.2021 GOV DE RONDONIA

Como você avalia a gestão do Governo Marcos Rocha?

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
airton

airton

Este site acompanha casos policiais. Todos os conduzidos são tratados como suspeitos e é presumida sua inocência até que se prove o contrário. Recomenda-se ao leitor critério ao analisar as reportagens. Nós usamos cookies em nosso site para oferecer a melhor experiência possível.

Para mais informações sobre e-mail
[email protected] whatsapp(69)984065272

Comentários

Com muito ❤ por go7.site