Ação da PF mira pessoas próximas a Chaules Volban Pozzebon, que seguiam lavando dinheiro e desmatando

24x31 banner gov
blank

Na manhã desta quarta-feira (29), policiais federais saíram às ruas dos municípios de Ariquemes e Cujubim, para cumprir mandados de busca e apreensão em residências de integrantes de uma organização criminosa ligada a crimes ambientais de desmatamento e comércio ilegal de madeiras.

A Polícia apurou que os alvos estão ligados ao condenado Chaules Volban Pozzebon, apontado pelas autoridades policiais como um dos maiores desmatadores do Brasil, conhecido como “o rei da floresta”. Ele era empresário na região de Ariquemes, dono de mais de 100 madeireiras.

Chaules está preso em um presídio de segurança máxima, localizado em Campo Grande, capital do Estado do Mato Grosso do Sul, desde outubro de 2019, quando a Polícia Federal deflagrou a Operação Deforest, que visava combater uma organização criminosa armada suspeita de invasão de terras para venda e posterior extração ilegal de madeira.

Em junho deste ano ele foi condenado a 99 anos, dois meses e vinte e três dias de prisão por crimes de organização criminosa e extorsão.

Após a prisão de Chaules, suspeito de chefiar a organização criminosa, a Polícia descobriu quadrilhas de laranjas ligadas a ele, seguiam lavando dinheiro e desmatando.

A Polícia descobriu ainda, que a organização criminosa pertencente à Chaules, utiliza nomes de parentes e pessoas de confiança como laranjas para dificultar a fiscalização dos órgãos de controle e para lavagem de dinheiro.

Além de cumprir mandados na casa de integrantes da organização criminosa, a Polícia Federal também cumpriu buscas na casa de Chaules.

24x31 banner gov

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Almi Coelho

Almi Coelho

Este site acompanha casos policiais. Todos os conduzidos são tratados como suspeitos e é presumida sua inocência até que se prove o contrário. Recomenda-se ao leitor critério ao analisar as reportagens. Nós usamos cookies em nosso site para oferecer a melhor experiência possível.

Para mais informações sobre e-mail
[email protected] whatsapp(69)984065272

Comentários

Com muito ❤ por go7.site