JUSTIÇA DE RO SUSPENDE AUDIÊNCIA E JULGAMENTO DE EX-VEREADORES PRESOS

24x31 banner gov

A Justiça suspendeu a audiência de instrução e julgamento dos ex-vereadores presos, Carmozino Alves Moreira, Jairo Peixoto, Maria Marta José Moreira, José Garcia da Silva, e dos que foram reeleitos, Ângelo Mariano Donadon Júnior (PMDB) e Vanderlei Amauri Graebin (PSC), no final da manhã desta sexta-feira (3), no Fórum Criminal de Vilhena (RO), no Cone Sul. Com a suspensão, o julgamento será remarcado.

A audiência e julgamento estavam previstos para acontecerem às 9h, porém, após a defesa dos acusados alegar que não foi intimada em tempo suficiente para estudar todos os documentos presentes nos autos do processo e recusar fazer perguntas as testemunhas, a juíza Liliane Pegoraro Bilharva decidiu pela suspensão.

No momento em que foi proferida a decisão da magistrada, quatro réus e 30 testemunhas estavam reunidos na sala do juízo, aguardando o início da audiência e julgamento. Entre os presentes, encontrava-se o empresário João Carlos de Freitas, que alega ter sido extorquido pelos acusados para conseguir a aprovação de um loteamento que pretendia implantar na cidade.

Os outros parlamentares que também respondem ao processo, Júnior Donadon e Vanderlei Graebin, não compareceram ao fórum, pois prestarão depoimento por meio de carta precatória em razão de estarem presos em Porto Velho.

A ausência do ex-vereador igualmente preso por crimes de corrupção, Antonio Marco de Albuquerque, conhecido como Marcos Cabeludo, foi justificada pelo advogado José Francisco Cândido.

“Meu cliente não é réu nesse processo, e sim em um outro movido pelo MP. Por isso, não há o porquê dele participar”, ressaltou.

Carmozino e Jairo voltaram para a Casa de Detenção, onde cumprem prisão preventiva, dentro de viaturas da PM. Já Maria Marta retornou para o Presídio Feminino. José Garcia cumpre prisão domiciliar desde o dia 2 de fevereiro, mas também foi escoltado pela polícia.

Até o fechamento desta reportagem, o TJ-RO não havia definido uma nova data para que aconteça a audiência e julgamento dos acusados.

Fonte: G1 RO

24x31 banner gov

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
airton

airton

Este site acompanha casos policiais. Todos os conduzidos são tratados como suspeitos e é presumida sua inocência até que se prove o contrário. Recomenda-se ao leitor critério ao analisar as reportagens. Nós usamos cookies em nosso site para oferecer a melhor experiência possível.

Para mais informações sobre e-mail
[email protected] whatsapp(69)984065272

Comentários

Com muito ❤ por go7.site