ROLIM DE MOURA REDE MUNICIPAL DE ENSINO GANHA MAIS TRÊS ESCOLAS

24x31 banner gov

Escola Municipal de Educação Infantil e Ensino Fundamental “CORA CORALINA”

 

Através da Lei 3.281/2017, a extensão da Escola João Batista “Algodão Doce”, passa a se chamar Escola Municipal de Educação Infantil e Ensino Fundamental “Cora Coralina”, que funcionará provisoriamente no atual endereço na Avenida Porto Velho nº 4816 no centro.

Cora Coralina, pseudônimo de Ana Lins do Guimarães Peixoto Bretas (1889 – 1985), é a grande poetisa do Estado de Goiás.

 

Se achava mais doceira do que escritora. Considerava os doces cristalizados de caju, abóbora, figo e laranja, que encantavam os vizinhos e amigos, obras melhores do que os poemas escritos em folhas de caderno. Só em 1965, aos 75 anos, ela conseguiu realizar o sonho de publicar o primeiro livro, “Poemas dos Becos de Goiás e Estórias Mais”.

 

Ana Lins dos Guimarães Peixoto Bretas viveu por muito tempo de sua produção de doces, até ficar conhecida como Cora Coralina, a primeira mulher a ganhar o Prêmio Juca Pato, em 1983, com o livro “Vintém de Cobre – Meias Confissões de Aninha”.

 

Aos 70 anos, decidiu aprender datilografia para preparar suas poesias e enviá-las aos editores. Cora, que começou a escrever poemas e contos aos 14 anos, cursou apenas até a terceira série do primário.

Nos últimos anos de vida, quando sua obra foi reconhecida, participou de conferências, homenagens e programas de televisão, e não perdeu a doçura da alma de escritora e confeiteira.

 

Escola Municipal de Ensino Fundamental “PROFESSORA MARIA DE FÁTIMA DE OLIVEIRA”

Já a extensão da Escola Professor Dionísio Quintino Extensão (Anexo a Escola CDA), passa a se chamar através da Lei 3.283/2017, Escola Municipal de Ensino Fundamental “Professora Maria de Fátima de Oliveira”, localizada na Rua Capibaribe esquina com Avenida Macapá no Bairro São Cristovão.

Maria de Fátima de Oliveira graduou-se em Pedagogia pela Universidade Federal de Rondônia em 1994. Possuía especialização em Metodologia do Ensino Superior (2001), Gestão Escolar (2002) e Alfabetização (2006). Participou de vários projetos de pesquisa e extensão, orientações acadêmicas, escreveu capítulo de livro e atuava também em áreas como a Sociologia, Filosofia e Artes.

 

Pessoa muito querida e carismática, conquistava a todos com seu jeito meigo de ser. Sua morte foi sentida por toda a comunidade acadêmica de Rolim de Moura.

 

Escola Municipal de Ensino Fundamental “PROFESSOR VALDECI SGARBI FILHO”

 

A extensão da Escola João Batista Dias (Dedo Verde), agora passa a se chamar Escola Municipal de Ensino Fundamental “Professor Valdeci Sgarbi Filho” e continuará a funcionar provisoriamente na Rua Tocantins nº 4787, Bairro Centro.

 

Valdecir Sgarbi Filho, nascido em Caraguatatuba-SP em 30 março de 1972, chegou em Rondônia ainda criança, em janeiro de 1988, concluindo sua formação acadêmica em Licenciatura em Letras pela Universidade Federal de Rondônia – UNIR.

Em 1993, iniciou sua vida profissional como professor na Escola Aluizio Pinheiro Ferreira atuando até 1997, quando se tornou Diretor naquela mesma Escola, função que exerceu com destaque, por 10 anos, até o início de 2007.

 

No ano de 2007, foi convidado, e aceitou assumir a Representação de Ensino do Município de Rolim de Moura, função que exerceu até o final de 2008, afastando-se por motivo de saúde.

 

Na sua gestão como Representante de Ensino procurava ouvir as ansiedades e reivindicações das Escolas como grupo, sem desprezar os anseios de cada servidor, buscando soluções adequadas para cada caso, mesmo que estas não dependessem exclusivamente de sua vontade.

 

Sua atuação foi determinante para que o Estado construísse o Centro Estadual de Educação de Jovens e Adultos – CEEJA no Município de Rolim de Moura. Idealizava para a sede da instituição uma construção arquitetônica especial.

 

Em 2009, atuou como educador no Núcleo de Tecnologia na Representação de Ensino, buscando, através de cursos diversos para capacitar os professores com o uso de novas tecnologias em benefício da educação, para tornar as aulas mais dinâmicas, estimulantes e gradáveis.

 

Novamente foi convidado a assumir a Direção da Escola Aluizio Pinheiro Ferreira, em 2011, função que exerceu por 03 meses, tendo que se afastar por agravamento dos problemas de saúde.

 

Sofrendo de doença que aos poucos lhe consumia o corpo, sem jamais extinguir-lhe os ideais, poderia ter se aposentado por invalidez, mas recusou-se a tal, e permaneceu esperançoso de poder voltar à sua vocação  de ensino.

 

Professor, no sentido mais belo, profundo e respeitável do termo, passou para a memória dos grandes vultos rolimourenses como um dos mais íntegros e ativos profissionais que enaltecem e engrandecem os lideres do ensino.

 

Assessoria

24x31 banner gov

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
airton

airton

Este site acompanha casos policiais. Todos os conduzidos são tratados como suspeitos e é presumida sua inocência até que se prove o contrário. Recomenda-se ao leitor critério ao analisar as reportagens. Nós usamos cookies em nosso site para oferecer a melhor experiência possível.

Para mais informações sobre e-mail
[email protected] whatsapp(69)984065272

Comentários

Com muito ❤ por go7.site