Polícia Federal deflagra Operação Las Chicas para combater tráfico

24x31 banner gov

A Polícia Federal deflagrou na manhã desta quinta-feira, 04, a Operação “Las Chicas”, para combater o tráfico internacional de drogas em Rondônia, Amazonas e Pará.

Estão sendo cumpridos 54 mandados judiciais, sendo 20 de prisão preventiva, 19 de busca e apreensão e 15 conduções coercitivas, expedidos pela Justiça Federal em Guajará-Mirim/RO.

As investigações identificaram duas organizações criminosas especializadas no tráfico internacional de drogas, que do país vizinho articulavam as remessas de drogas para o Brasil.

Os integrantes dessas organizações movimentaram grandes quantias em contas bancárias próprias e de “laranjas”, que eram responsáveis por levar o dinheiro para a Bolívia. Enquanto a logística do transporte das drogas era feita a partir das cidades de Porto Velho e Vilhena/RO, onde as drogas eram armazenadas, escondidas em veículos e distribuídas para Norte, Nordeste e Sudeste do país.

Entre 2016 e 2017 foram realizadas apreensões que somaram aproximadamente 90 quilos de cocaína (cloridrato e pasta base), o que acarretou na prisão em flagrante dos envolvidos e apreensão dos veículos utilizados para esconder os entorpecentes. Além disso, policiais federais de Guajará-Mirim/RO apreenderam R$210.000,00 em espécie, no momento em que um dos criminosos atravessaria a fronteira rumo a Bolívia.

Em Rondônia, a Polícia Federal cumpre mandados nas cidades de Guajará-Mirim/RO, Porto Velho/RO, Vilhena/RO, Cacoal/RO e Novo Horizonte do Oeste. Além delas, os policiais federais cumprem mandados em Humaitá/AM e Castanhal/PA.

Os presos, após serem ouvidos na Superintendência e Delegacias da Polícia Federal em Rondônia, serão encaminhados para presídios estaduais e responderão, perante a Justiça Federal, pelos crimes de tráfico internacional de drogas, associação para o tráfico e lavagem de dinheiro.

O nome da operação “Las Chicas” é em função das quadrilhas investigadas serem comandadas por duas mulheres que residem atualmente em Guayaramerín.

 

24x31 banner gov

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
airton

airton

Este site acompanha casos policiais. Todos os conduzidos são tratados como suspeitos e é presumida sua inocência até que se prove o contrário. Recomenda-se ao leitor critério ao analisar as reportagens. Nós usamos cookies em nosso site para oferecer a melhor experiência possível.

Para mais informações sobre e-mail
[email protected] whatsapp(69)984065272

Comentários

Com muito ❤ por go7.site