TRE-RO APRESENTA O SISTEMA ELETRÔNICO DE INFORMAÇÕES PARA GESTORES DO GOVERNO DO ESTADO

24x31 banner gov

A Justiça Eleitoral de Rondônia por meio de sua diretora geral, Elizeth Afonso de Mesquita Costa Parentes e de seu Secretário de Tecnologia da Informação, Ruzevan Saraiva, apresentou na manhã desta terça-feira (8), as funcionalidades do Sistema Eletrônico de Informações – SEI a 120 gestores do Governo do Estado, compreendendo secretarias, superintendências, autarquias, fundações e outros órgãos estaduais. O evento ocorreu no Palácio Rio Madeira, na capital, e teve como objetivo a sensibilização de todos os gestores quanto a necessidade de migração da cultura de utilização de processos em papel para um novo paradigma de processo eletrônico, o que garante maior segurança e celeridade na conclusão das demandas administrativas.

 

O Sistema Eletrônico de Informações – SEI foi desenvolvido pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região com o intuito de gerenciar toda a documentação e processos administrativos. As funcionalidades deste sistema são utilizadas pela Justiça Eleitoral de Rondônia desde março de 2015, promovendo maior celeridade na tramitação documental, economicidade de recursos e contribui significativamente com a sustentabilidade ambiental na prestação do serviço público, em especial pelo baixo índice de utilização de papel e toner de impressoras, visto a utilização de processos administrativos gerados unicamente na forma eletrônica.

 

Treinamento

 

A partir desta quinta-feira (9), a equipe técnica do TRE-RO iniciará o treinamento dos servidores estaduais que atuarão como multiplicadores do Governo de Rondônia no Sistema Eletrônico de Informações (SEI). Os treinamentos serão em turmas de 30 servidores, estimando-se umas 10 turmas, podendo ser ampliada essa quantidade.

 

 

 Seção de Comunicação Social do TRE-RO

24x31 banner gov

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
airton

airton

Este site acompanha casos policiais. Todos os conduzidos são tratados como suspeitos e é presumida sua inocência até que se prove o contrário. Recomenda-se ao leitor critério ao analisar as reportagens. Nós usamos cookies em nosso site para oferecer a melhor experiência possível.

Para mais informações sobre e-mail
[email protected] whatsapp(69)984065272

Comentários

Com muito ❤ por go7.site