ÁUDIO: DIRIGENTES DA AFFEPAR PEDEM INSTALAÇÃO DE WI FI LIVRE E BEBEDOUROS AO DEPUTADO GERALDO DA RONDÔNIA

24x31 banner gov

O encontro entre feirantes e dirigentes da Associação dos Feirantes e Produtores de Ariquemes e Região (AFFEPAR), com o deputado Geraldo da Rondônia (PSC) ocorreu na tarde desta segunda-feira (03/04), na Feira do Produtor Rural de Ariquemes e contou com a participação do presidente, Adelson Ramos de Souza, o vice José Vilmar, outros membros da diretoria e feirantes que trabalham diariamente na Feira.

Como medidas mais urgentes, os associados pediram a instalação de antenas de transmissão de internet gratuita (wi fi), nas dependências da feira e a compra de dois bebedouros, para serem instalados em pontos distintos, atendendo assim, duas necessidades que beneficiará quem trabalha no local, clientes e frequentadores.

O deputado Geraldo da Rondônia firmou parceria com os associados, no sentido de ajudar no melhoramento contínuo da feira, “este local esta amalgamado com a história de Ariquemes, por isso, precisa de atenção especial. A Feira do Produtor Rural esta incluída em temas como: alimentação, agricultura familiar, turismo, economia local, lazer, entre outros assuntos.” Manifestou o deputado.

Geraldo irá garantir recursos através de emenda parlamentar para a compra de dois bebedouros e, fazer o projeto para que também sejam destinados recursos para a instalação do wi fi.

“Muitas coisas ainda precisa ser feita, aos poucos, acredito que conseguiremos ajudar bastante, logo vou fazer um projeto para pintar todos os corredores, dando um novo visual no ambiente. Vou convidar o deputado federal Lúcio Mosquini (PMDB) para fazer uma visita na feira, e também ajudar com ideias e recursos advindos do governo federal.” Concluiu Geraldo da Rondônia.

 

Autor: Assessoria

Ítalo Coelho DRT 1120/RO.

24x31 banner gov

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
airton

airton

Este site acompanha casos policiais. Todos os conduzidos são tratados como suspeitos e é presumida sua inocência até que se prove o contrário. Recomenda-se ao leitor critério ao analisar as reportagens. Nós usamos cookies em nosso site para oferecer a melhor experiência possível.

Para mais informações sobre e-mail
[email protected] whatsapp(69)984065272

Comentários

Com muito ❤ por go7.site