Mãe que morreu de Covid-19 antes de conhecer a filha contraiu vírus do marido que trabalha em frigorífico

Propaganda do ar

Um ofício da Vigilância Sanitária, encaminhado ao Ministério Público do Trabalho (MPT-MT), aponta que Patrícia Beatriz Albuquerque, de 38 anos, que morreu de Covid-19, no sábado (25), contraiu o vírus do marido que trabalha em um frigorífico de Colíder, no norte do estado.

Patrícia foi transferida para Goiânia devido às complicações que teve logo após dar à luz à Ana Beatriz, em Mato Grosso, com 34 semanas de gestação. Separada da filha, ela ficou mais de 15 dias internada tratando a doença, mas não resistiu e morreu, deixando Ana Beatriz e o marido Valtair Porto.

De acordo com a procuradora Ludmila Pereira Araujo, que entrou com uma ação contra o frigorífico onde Valtair trabalha, se iniciativas não forem tomadas pela empresa, mais trabalhadores serão contaminados e, consequentemente, seus familiares.

Nesta terça feira (28), Ludmila incluiu nos autos do processo o falecimento de Patrícia, que se contaminou após a exposição do marido na empresa.

Na ação, o MPT-MT pede testagem em massa e o afastamento de todos os trabalhadores que testarem positivo.

“Aliado à gravidade de que Colíder conta com um sistema de saúde muito precário, tanto que a Patrícia teve que realizar parto prematuro. Seu bebê teve que ser transferido para o Hospital Santa Casa, em Cuiabá e ela precisou ser transferida para um hospital de Goiânia”, ressaltou.

Até a propositura da ação, na quarta-feira (22), eram 84 casos confirmados no frigorífico. Fazendo um paralelo com o boletim de casos na cidade, na época com 498 casos, 16,87% de todos os casos do município eram de trabalhadores de apenas uma empresa.

Família contaminada

Além de Patrícia e Valtair, a filha do casal também foi contaminada pelo novo coronavírus após o nascimento.

Ela ficou internada por 9 dias para tratamento, mas recebeu alta após ser curada da doença.

Valtair, que acompanhava a mulher no tratamento, também já se recuperou das complicações causadas pelo vírus e agora se deve se dedicar aos cuidados da filha.

Propaganda do ar

Como você avalia a gestão do Governo Marcos Rocha?

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Almi Coelho

Almi Coelho

Este site acompanha casos policiais. Todos os conduzidos são tratados como suspeitos e é presumida sua inocência até que se prove o contrário. Recomenda-se ao leitor critério ao analisar as reportagens. Nós usamos cookies em nosso site para oferecer a melhor experiência possível.

Para mais informações sobre e-mail
[email protected] whatsapp(69)984065272

Comentários

Com muito ❤ por go7.site