PRF realiza Exercício Nacional de Prontidão dos Grupos de Fiscalização de Trânsito e Transporte

24x31 banner gov
blank

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) em Rondônia participou da Operação Nacional denominada I Exercício Nacional de Prontidão dos Grupos de Fiscalização de Trânsito e Transporte, com objetivo de Atuar na prevenção e redução de acidentes, infrações e crimes de trânsito, bem como na redução do tempo de resposta às ocorrências de trânsito e promover, coordenar, acompanhar e executar trabalhos e operações de fiscalização de trânsito. As atividades foram realizadas nas áreas de competência das quatro delegacias do estado: Porto Velho, Ji-Paraná, Ariquemes e Vilhena.

Durante 14 dias, foram realizados 34 comandos específicos, incluindo fiscalização de equipamentos obrigatórios, de excesso de peso, de lei do descanso (motoristas profissionais), de motocicletas e de ultrapassagem. No total, 710 veículos foram fiscalizados, sendo 404 os de carga, 207 as motocicletas e 99 veículos de passeio.

Durante as atividades foram registrados 636 autos de infração (multas) com abordagem, tendo como destaque 76.079 kg de excesso de carga sendo transportados por caminhões. No total, 99 veículos foram recolhidos aos pátios da PRF por irregularidades e 180 documentos recolhidos administrativamente para solução de pendências.

O constante policiamento das rodovias federais em nosso estado auxilia a diminuir o número de acidentes de trânsitos ou de incidentes provocados por irregularidades em veículos ou na conduta dos motoristas. A presença ostensiva de viaturas em pontos chaves das BRs gera maior sensação de segurança para os usuários da via, proporcionando viagens mais confortáveis e cumprindo com a missão do Departamento de promover a mobilidade de trânsito em todo o país.

blank blank

 

24x31 banner gov

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Almi Coelho

Almi Coelho

Este site acompanha casos policiais. Todos os conduzidos são tratados como suspeitos e é presumida sua inocência até que se prove o contrário. Recomenda-se ao leitor critério ao analisar as reportagens. Nós usamos cookies em nosso site para oferecer a melhor experiência possível.

Para mais informações sobre e-mail
[email protected] whatsapp(69)984065272

Comentários

Com muito ❤ por go7.site