Proposta para ajuda de estados e municípios prevê congelamento do salário de servidores

Propaganda do ar

Após reunião com o ministro da Economia, Paulo Guedes, o presidente do Senado, Davi Alcolumbre, anunciou o texto final sobre o auxílio emergencial a estados e municípios que será levado a votação no plenário da Casa.

A ajuda deve vir, mas, em contrapartida, servidores públicos dos governos federal, estaduais e dos municípios vão ter os salários congelados por 18 meses.

Alcolumbre afirmou que, sem reajuste aos servidores, a expectativa da economia é de R$ 130 bilhões durante o período.

O pacote de socorro será em torno de R$ 80 bilhões por 4 meses. O governo federal vai repassar aos estados e municípios as perdas de arrecadação dos impostos que receberiam em situação normal.

A previsão é que os governos estaduais percam cerca de 30% da arrecadação nos próximos meses devido à crise econômica, em razão da pandemia.

Alcolumbre disse que vai apresentar o texto final na quinta-feira, e marcou a análise do texto para o próximo sábado, em uma sessão extraordinária. Se aprovada, a proposta volta pra Câmara.

Propaganda do ar

Como você avalia a gestão do Governo Marcos Rocha?

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
alertarondonia

alertarondonia

Este site acompanha casos policiais. Todos os conduzidos são tratados como suspeitos e é presumida sua inocência até que se prove o contrário. Recomenda-se ao leitor critério ao analisar as reportagens. Nós usamos cookies em nosso site para oferecer a melhor experiência possível.

Para mais informações sobre e-mail
[email protected] whatsapp(69)984065272

Comentários

Com muito ❤ por go7.site