A PISCICULTURA BRASILEIRA QUER FICAR NO MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO

24x31 banner gov

A Piscicultura Brasileira movimenta cerca de R$ 4,3 bilhões por ano, produz 640 mil toneladas de peixes cultivados e gera 1 milhão de empregos. É uma atividade em crescimento e em profissionalização. Em cinco anos, o objetivo é atingir 1 milhão de toneladas produzidas e movimentar quase R$ 7 bilhões. Tudo isso porque é a proteína animal que mais cresce no mundo e o Brasil tem terras, águas e competência para se tornar um grande player no mercado global de peixes cultivados, assim como é na pecuária, na avicultura e na suinocultura.

 

Por estar no caminho do crescimento e envolver questões sanitárias, veterinárias e da cadeia do agronegócio, a Piscicultura Brasileira precisa do amparo governamental de especialistas. O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA) abriga todas as atividades produtivas, inclusive de proteínas animais, e é a Pasta que conhece a linguagem da Piscicultura, suas necessidades, lutas e expectativas.

 

Nesse cenário, é absolutamente inexplicável a decisão de tirar a Secretaria da Pesca e Aquicultura do MAPA e passá-la para outro Ministério. Por que? Não vemos razão técnica para isso. Muito menos necessidade.

 

A Piscicultura Brasileira passou por várias crises num passado recente. Primeiro foi criado um Ministério, que foi extinto e se transformou em uma Secretaria, que está procurando fazer o seu trabalho e se mostra parceira da classe produtiva. Essa alternância de estruturas e pessoas é muito ruim para a atividade. Toda mudança exige um processo de acomodação, que inclui o entendimento das necessidades do setor e os pleitos dos segmentos envolvidos. E isso leva tempo. A Piscicultura não tem tempo para perder com recomeços.

 

Entidade representativa da atividade, a Associação Brasileira da Piscicultura (PEIXE BR) vem a público se posicionar categoricamente contra a saída a Secretaria da Pesca e Aquicultura da estrutura do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento.

 

Esperamos sinceramente que as autoridades tenham o bom senso de deixar a Aquicultura no lugar que ela pertence: o setor produtivo. E o MAPA é o Ministério que nos entende, nos representa e defende os nossos pleitos para aumentar a oferta de alimentos de qualidade na mesa do brasileiro e ter superávit para exportar e ampliar ainda mais a balança comercial do agronegócio.

 

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DA PISCICULTURA (PEIXE BR)

24x31 banner gov

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
airton

airton

Este site acompanha casos policiais. Todos os conduzidos são tratados como suspeitos e é presumida sua inocência até que se prove o contrário. Recomenda-se ao leitor critério ao analisar as reportagens. Nós usamos cookies em nosso site para oferecer a melhor experiência possível.

Para mais informações sobre e-mail
[email protected] whatsapp(69)984065272

Comentários

Com muito ❤ por go7.site