IDOSO DE 76 ANOS É PRESO APÓS MATAR ESPOSA DE 75 POR CIÚMES

24x31 banner gov

Uma senhora de 75 anos foi morta na chácara em que morava, no municípios de Carlinda, pelo marido, de 76 anos. O assassinato surpreendeu a comunidade local, mas não os vizinhos e parentes pela violência.

É que o ancião sempre foi conhecido pelo ciúme que tinha de sua esposa, que sequer podia sair de casa sozinha, ter amizades principalmente quando era mais jovem e bonita. Acontece, que a anciã  Cacilda Maria da Silva acabou indo conversar com um vizinho da chácara, na zona rural da cidade. O homem não gostou, ficou furioso e matou a esposa. Depois fugiu, mas acabou preso na região de mata, ainda próximo de onde mora.

O idoso Otavio Lindolfo teve a prisão em flagrante convertida em preventiva pelo juiz Douglas Bernardes Romão, da Quinta Vara Criminal de Carlinda, e foi encaminhado para a Cadeia Pública de Alta Floresta.

Ao ser levado ao juíz da cidade, o ancião  confessou o crime. Na ocasião, conforme o magistrado, o suspeito afirmou que “pegou um canivete que estava em uma caixinha no banheiro e desferiu alguns golpes contra a vítima”. Ele foi autuado pelo crime de feminicídio.
De acordo com a Polícia Civil, o corpo da vítima foi localizado dentro da residência por familiares. As investigações apontam que o crime teria sido motivado por ciúmes que o idoso sentia da companheira.
Decisão

Ao converter a prisão em flagrante em preventiva, o juiz Douglas Romão afirma que os familiares do idoso afirmaram, em depoimento, que o suspeito costumava ser violento e que o próprio indiciado confessou à polícia que respondia a processo criminal por violência doméstica.

A truculência da conduta perpetrada pelo paciente, associada a violência doméstica e familiar contra a mulher, com o risco de morte, torna por necessária sua prisão cautelar”

Trecho da decisão do juiz Douglas Romão

“A truculência da conduta perpetrada pelo paciente, associada a violência doméstica e familiar contra a mulher, com o risco de morte, torna por necessária sua prisão cautelar, objetivando garantir a sua integridade física e psíquica, bem como a fim de acautelar a ordem pública”, afirmou o magistrado.

Segundo consta nos autos, uma das filhas do suspeito afirmou à polícia que, nos últimos tempos, o pai “estava muito agressivo e ameaçava frequentemente a vítima”, andando sempre com um canivete na cintura.

De acordo com ela, os irmãos tentaram tirar a mãe da convivência com o suspeito, que mantinha facas guardadas em um quartinho localizado na entrada da chácara, mas a vítima teria se negado.

Fonte: 24horasNews
Postado por Izabella Coelho – DRT 1587/RO

blank

24x31 banner gov

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
airton

airton

Este site acompanha casos policiais. Todos os conduzidos são tratados como suspeitos e é presumida sua inocência até que se prove o contrário. Recomenda-se ao leitor critério ao analisar as reportagens. Nós usamos cookies em nosso site para oferecer a melhor experiência possível.

Para mais informações sobre e-mail
[email protected] whatsapp(69)984065272

Comentários

Com muito ❤ por go7.site