JUSTIÇA IMPEDE CITY LAR DE PROMOVER DEMISSÃO EM MASSA EM RONDÔNIA

24x31 banner gov

A justiça do trabalho no estado de Rondônia proibiu a empresa Ricardo Eletro/City Lar de demitirem seus funcionários até segunda ordem sob pena de multa de R$ 1 milhão. A decisão foi tomada pela juíza substituta do trabalho Heloísa Poliziel de Oliveira.

A ação foi impetrada pelo SITRACOM/RO (Sindicato dos Trabalhadores no Comércio de Bens e Serviços no estado de Rondônia). De acordo com o pleiteamento do sindicato, a empresa está se aprontando para fechar as portas no estado, porém em nenhum momento sentou para conversar sobre as demissões coletivas com os representantes dos trabalhadores.

A Ricardo Eletro/City Lar vem passando por uma profunda reformulação. No estado do Amazonas fechou todas as unidades, deixando centenas de pessoas sem emprego, afetando diretamente suas famílias.

O medo dos trabalhadores em Rondônia é de que aconteça mesma situação que ocorreu no Amazonas. Aqui, são 20 unidades espalhadas só nas cidades do interior e uma demissão repentina causaria sérios embaraços às comunidades.

Para a juíza, a demissão promovida por uma empresa que arca com todos os tributos e benefícios ao trabalhador, exigidos pela legislação vigente, é um direito do empregador. Porém, quando o assunto é demissão coletiva, os impactos sociais e financeiros causados se potencializam, sendo necessária uma ação diferenciada para essa medida.

Além do impedimento e da multa estipulada, os responsáveis pela empresa foram intimados a comparecerem em reunião com o sindicato da categoria mediada pelas autoridades competentes.

Em Porto Velho a expectativa é de que o grupo City Lar feche as portas nos próximos meses. Já em algumas cidades de RO, as lojas já se encontram de portas fechadas. A empresa, recentemente, passou por uma fusão com o gigante do ramo Ricardo Eletro.

Postado por Izabella Coelho – DRT 1587/RO
Fonte: Rondoniaovivo

blank

24x31 banner gov

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
airton

airton

Este site acompanha casos policiais. Todos os conduzidos são tratados como suspeitos e é presumida sua inocência até que se prove o contrário. Recomenda-se ao leitor critério ao analisar as reportagens. Nós usamos cookies em nosso site para oferecer a melhor experiência possível.

Para mais informações sobre e-mail
[email protected] whatsapp(69)984065272

Comentários

Com muito ❤ por go7.site