É Legal ou Imoral&#63 Pela 1° vez na história de Monte Negro

Propaganda do ar

O pagamento do 13º salário aos vereadores, aprovado na última semana, pode estar ameaçado. Isso porque a Resoluções que se espalham por todo o Brasil dos Tribunais de Contas dos Estados (TCE), aponta para o entendimento de que projetos de aumento salarial devem respeitar o princípio da anterioridade, ou seja, a autorização para o pagamento de valores acima dos já praticados precisa ocorrer de uma legislatura para outra.

Mas como toda Casa de Leis existe alguns servidores de níveis superiores e outros níveis médios, mas bem entendidos e inclusive advogados, devem estar cientes desta situação. Então resta imaginar que é um teste para ver se alguém/ninguém veja e passa batido, ou simplesmente esqueceram de ver estes detalhes.

 

No mês de fevereiro o Supremo Tribunal Federal considerou constitucional que vereadores, prefeitos, vice-prefeitos e secretários recebam o 13º subsídio e o adicional de 1/3 de férias, mas há divergências quanto ao início do vigor desse pagamento. Mas é moral? Vereador é um trabalhador como qualquer outro, cumpri as cargas horarias e outras?

Com a decisão da Corte Suprema passa ser de certa forma “direito”, e se incluído como Lei no município poderá ser pago. Mas existem ritos que devem ser seguidos, e a demanda nos Tribunais de Contas já começou. Difícil será justificar tais gastos com um município “arrebentado”, com ruas esburacadas, com a vegetação cobrindo os logradouros e praças públicas.

Todos os dias presenciamos matérias na imprensa Local, Estadual e Nacional onde prefeitos e agentes políticos imploram verbas para seus municípios sobreviverem a este grande colapso que chegou aos cofres públicos. Leva a entender que aqui está sobrando dinheiro.

O Prefeito Evandro pediu afastamento particular a Vice-Prefeita Micele Albano está em Exercício, no decorrer da semana entraremos em contato com todos eles para sabermos suas opiniões e quando e como será cumprida a determinação da Lei que uma vez criada se entende que deve ser cumprida.

No Paraná, por exemplo, O Tribunal de Contas do Estado definiu que os benefícios só podem ser pagos a partir da próxima legislatura, em 2021. Estamos buscando junto ao TCE/RO a respeito dessa prerrogativa. Segundo STF, cabe a cada município sua própria lei, regulamentando a forma de pagamento do 13º salário e do 1/3 de férias.

No Exemplo de Cuiabá que está exposto na mídia nacional, a resolução do Corte de Contas foi apresentada em resposta a uma consulta feita pela própria Câmara de Cuiabá, em 2012. No terceiro item do documento, é ressaltado que é possível o pagamento de férias e de 13º salário para os vereadores, desde que o benefício seja instituído e regulamentado por meio de ato legislativo. Mas, devido ao caráter remuneratório, também é preciso observar o artigo 29 da Constituição Federal que estabelece a necessidade de a aprovação ocorrer na legislatura anterior.

 

A reportagem tentará nos próximos dias, contanto com a Procuradoria da Câmara. Membros da Mesa Diretora para possíveis esclarecimentos à população.

Propaganda do ar

Como você avalia a gestão do Governo Marcos Rocha?

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
airton

airton

Este site acompanha casos policiais. Todos os conduzidos são tratados como suspeitos e é presumida sua inocência até que se prove o contrário. Recomenda-se ao leitor critério ao analisar as reportagens. Nós usamos cookies em nosso site para oferecer a melhor experiência possível.

Para mais informações sobre e-mail
[email protected] whatsapp(69)984065272

Comentários

Com muito ❤ por go7.site