MP-RO faz mutirão de atendimento em Machadinho D&#39Oeste e Vale do Anari

24x31 banner gov

O Ministério Público de Rondônia (MP-RO) realizará a partir desta quinta-feira (20), o projeto MP Itinerante nos municípios de Machadinho D’Oeste e Vale do Anari (RO) na região do Vale do Jamari. Segundo a promotoria, o projeto é uma mobilização de aproximação do MP com a sociedade, onde serão oferecidos de forma gratuita atendimentos nas áreas médica, odontológica e de cidadania.

Conforme o órgão, as atividades em Machadinho D’Oeste iniciam às 14h30 desta quinta-feira com uma palestra sobre Epilepsia, ministrada pelo Procurador de Justiça Edmílson José de Matos Fonseca e agentes comunitários de saúde. A atividade ocorrerá na Escola Estadual de Ensino Fundamental e Médio Alberto Nepomuceno.

Na sexta-feira (21), serão realizados atendimentos médicos nas áreas de clínica geral, dermatologia e exames sexuais preventivos. Também serão disponibilizados emissões de carteira de identidade, carteira de trabalho, cartão do Sistema Único de Saúde (SUS), vacinação, cortes de cabelo e outros.

As ações serão realizadas das 8h às 13h, em uma faculdade localizada na Avenida João Batista Figueiredo, Setor União II. O destaque no dia será a realização da cerimônia de casamento comunitário, com a presença de 23 casais.

Em Vale do Anari o mutirão de serviços acontecem no próximo sábado (22), onde serão ofertados atendimentos com médicos clínicos gerais e dermatologistas, testes de HIV, sífilis, Hepatite B e C. Também serão disponibilizados vacinas de Hepatite B, HPV, Tríplice Viral e Tétano.

Além de antedimentos jurídicos, recebimentos de denúncias e orientações para aposentadoria. No município, as ações serão realizadas na Escola Estadual Bartolomeu Lourenço de Gusmão, na Avenida 23 de agosto, região central, das 8h às 13h.

24x31 banner gov

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
airton

airton

Este site acompanha casos policiais. Todos os conduzidos são tratados como suspeitos e é presumida sua inocência até que se prove o contrário. Recomenda-se ao leitor critério ao analisar as reportagens. Nós usamos cookies em nosso site para oferecer a melhor experiência possível.

Para mais informações sobre e-mail
[email protected] whatsapp(69)984065272

Comentários

Com muito ❤ por go7.site