MPF: Deputado Expedito Netto é acusado por fraude no uso de verbas do gabinete

24x31 banner gov

Apesar da notícia só ter chegado ao conhecimento do público nesta semana, o caso já está no STF desde agosto do ano passado.

A denúncia feita pelo Ministério Público Federal foi encaminhada ao Ministro Gilmar Mendes, relator do processo.

A acusação é de peculato e outros crimes eventualmente ligados, os quais estariam sendo cometidos desde fevereiro de 2.015.

Segundo a denúncia, o deputado federal rondoniense teria utilizado a cota parlamentar para locar veículos que, na realidade, estaria adquirindo ou seriam de propriedade sua, além de outros de pessoas de sua família. O MPF juntou à denúncia documentos de fontes públicas que reforçam a suspeita.

O Ministro Gilmar Mendes acatou a representação e determinou a instauração do inquérito que apura os fatos, conforme despacho assinado no dia 25 de agosto de 2.016.

blank

24x31 banner gov

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
airton

airton

Este site acompanha casos policiais. Todos os conduzidos são tratados como suspeitos e é presumida sua inocência até que se prove o contrário. Recomenda-se ao leitor critério ao analisar as reportagens. Nós usamos cookies em nosso site para oferecer a melhor experiência possível.

Para mais informações sobre e-mail
[email protected] whatsapp(69)984065272

Comentários

Com muito ❤ por go7.site