Mulher de traficante que construiu albergue para presos no RS é presa em Porto Velho

Propaganda do ar

Na noite desta quinta-feira (07), por volta das 19h, a PRF, em operação conjunta com a Polícia Civil do Rio Grande do Sul, com o Departamento Penitenciário Nacional (DEPEN) e com a Polícia Federal, efetuou a prisão da Sra. G. R. C.

G. R. C., de 28 anos, é esposa de Leonardo Ramos de Souza, conhecido como “Peixe”, atualmente interno do Presídio Federal localizado em Porto Velho/RO, e apontado como líder de uma das maiores associações criminosas ligadas ao tráfico de drogas em Porto Alegre/RS.

Considerada foragida da Justiça por possuir Mandado de Prisão em seu desfavor, expedido no dia 28/11, a mencionada senhora vinha sendo monitorada há muito tempo pelas mencionadas instituições de segurança pública e, na noite desta quinta-feira, ela foi vista em um shopping da cidade de Porto Velho/RO.

Munidos desta informação, agentes da PRF, à paisana, adentraram no referido estabelecimento, localizaram a Sra. G. R. C., que estava acompanhada de três filhos e de um advogado, e a comunicaram da sua prisão.

Sem oferecer resistência à ordem emanada pelos policiais, ela os acompanhou até o estacionamento do Porto Velho Shopping, onde uma viatura caracterizada e agentes fardados da PRF já estavam à sua espera, para conduzi-la até a Central de Flagrantes de Porto Velho/RO.

Cabe mencionar que, no último dia 28, a Polícia Civil do Rio Grande do Sul deflagrou uma operação que culminou na prisão de 36 pessoas e na apreensão de 2 adolescentes, todos ligados ao tráfico de drogas e integrantes de um grupo criminoso que movimentava cerca de meio milhão de reais por mês.

Na referida operação, os policiais adentraram na casa de alto padrão na qual reside a Sra. G. R. C., onde, além de inúmeros artigos de luxo, foi localizado um alçapão com abertura secreta, que dava acesso a uma área externa da residência, projetado para ser utilizado em caso de fuga.

De acordo com a PC/RS, essa investigação, que dura mais de um ano, aponta Leonardo Ramos de Souza, vulgo “Peixe”, como sendo um dos dois líderes de uma das maiores organizações criminosas de Porto Alegre e que, por continuar dando ordens mesmo preso numa penitenciária do Rio Grande do Sul, foi transferido em agosto deste ano para o Presídio Federal de Porto Velho/RO.

Segundo as informações coletadas, a Sra. G. R. C. costumava visitar “Peixe” a cada 15 dias, aproveitando tais oportunidades para receber informações e comandos ligados ao tráfico de drogas e repassá-los para a referida organização criminosa, atuante na cidade de Porto Alegre/RS.

 

Propaganda do ar

Como você avalia a gestão do Governo Marcos Rocha?

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
airton

airton

Este site acompanha casos policiais. Todos os conduzidos são tratados como suspeitos e é presumida sua inocência até que se prove o contrário. Recomenda-se ao leitor critério ao analisar as reportagens. Nós usamos cookies em nosso site para oferecer a melhor experiência possível.

Para mais informações sobre e-mail
[email protected] whatsapp(69)984065272

Comentários

Com muito ❤ por go7.site