Mulher morre após bater de frente com carreta na BR-364

24x31 banner gov
blank

Mais um gravíssimo acidente foi registrado em Campo Novo do Parecis/MT, durante a tarde desta terça-feira (28), envolvendo uma carreta e um carro Ford Ecosport, próximo ao assentamento Guapirama. Segundo informações obtidas com o Corpo de Bombeiros, uma mulher, ainda não identificada, dirigia o veículo de menor tamanho, enquanto, Eloir Carvalho, trabalhava em sua carreta. A batida ocorreu aproximadamente 40 quilômetros de Campo Novo do Parecis.

Em relatos a equipe do Portal Campo Novo, o motorista, Eloir Carvalho afirmou morar em Santa Catarina e estaria transportando milho, saindo carregado de Campo Novo. No trecho onde houve a batida, Eloir revelou que a mulher invadiu sua pista.

“Ela entrou de uma vez na minha pista, não tive tempo de evitar a batida. Não sei se ela passou mal, ou algo do tipo. Infelizmente não consegui desviar. Estou carregado com milho, moro em Santa Catarina. É a primeira vez que isso acontece comigo,” afirmou.

A Perícia Oficial de Identificação Técnica (Politec) foi acionada e está vindo de Tangará da Serra, para iniciar as análises.

As autoridades policiais confirmaram a identificação da mulher que morreu presa às ferragens no acidente. Trata-se de Eva Lucia da Silva, 44 anos, natural de Reserva do Cabaçal-MT.

Um rastro de destruição ficou espalhado na rodovia. O Corpo de Bombeiros esteve presente prestando auxílio aos envolvidos, assim como o Samu.

Neste momento a Polícia Militar controla o fluxo de veículo devido a pista apresentar muitos detritos. Quem for passar pelo local, deve ficar atento as sinalizações de trânsito.

O corpo foi entregue a Funerária São Cristóvão, após finalizado o trabalho pericial. Os bombeiros precisaram remover a vítima que ficou presa no veículo completamente destruído.

Nenhuma descrição disponível.Nenhuma descrição disponível.

Fonte: Portalcamponovo

24x31 banner gov

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Almi Coelho

Almi Coelho

Este site acompanha casos policiais. Todos os conduzidos são tratados como suspeitos e é presumida sua inocência até que se prove o contrário. Recomenda-se ao leitor critério ao analisar as reportagens. Nós usamos cookies em nosso site para oferecer a melhor experiência possível.

Para mais informações sobre e-mail
[email protected] whatsapp(69)984065272

Comentários

Com muito ❤ por go7.site