PREFEITO DE SÃO MIGUEL RELATA DIFICULDADES EM MANTER UNIDADE MISTA DE SAÚDE

24x31 banner gov

Preocupado com o crescente número de pacientes que buscam atendimento na Unidade Mista de Saúde, o prefeito de São Miguel do Guaporé, Cornélio Duarte (DEM), buscou apoio do presidente da Assembleia Legislativa, Maurão de Carvalho (PMDB) e do secretário estadual de Saúde (Sesau), Williames Pimentel.

Cornélio, que estava acompanhado da vereadora Cidinha do Posto (PDT), fez um relato das dificuldades, com o volume de pacientes acima da capacidade de atendimento, e o número não para de crescer.

“Não é apenas morador de São Miguel. Recebemos pessoas dos municípios vizinhos, mesmo não sendo uma regional de saúde. Essa sobrecarga tem afetado a qualidade nos atendimentos e precisamos de apoio para sair desse sufoco”, relatou Cornélio.

Maurão comentou que a saúde tem sido um dos principais desafios dos prefeitos, já que os recursos acabam sendo insuficientes para atender ao volume de pacientes que acorrem às unidades de saúde.

“Fazer a saúde básica, que é a responsabilidade dos municípios, não é tarefa fácil. Algumas cidades têm mais dificuldades que as outras e isso acaba sobrecarregando todo o sistema, com unidades para cuidar de alta e média complexidade, tendo que muitas vezes atender casos de menor gravidade”, observou o deputado.

Pimentel destacou que o Governo tem investido na regionalização da saúde, com ampliação de leitos de UTI na capital e no interior, além de leitos de internação.

“No caso de São Miguel, vou designar uma equipe para fazer um levantamento na realidade da saúde do município. E, muito provavelmente, estarei junto visitando e acompanhando as unidades. Com base nesses dados, vamos definir uma estratégia de trabalho em conjunto, dentro das nossas possibilidades”, acrescentou o secretário.

 

Autor: Eranildo Costa Luna

24x31 banner gov

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
airton

airton

Este site acompanha casos policiais. Todos os conduzidos são tratados como suspeitos e é presumida sua inocência até que se prove o contrário. Recomenda-se ao leitor critério ao analisar as reportagens. Nós usamos cookies em nosso site para oferecer a melhor experiência possível.

Para mais informações sobre e-mail
[email protected] whatsapp(69)984065272

Comentários

Com muito ❤ por go7.site