RODRIGO MAIA FORÇA APROVAÇÃO DA TERCEIRIZAÇÃO SEM RELATÓRIO, AFIRMAM CENTRAIS SINDICAIS

24x31 banner gov

Terminou sem acordo a audiência ocorrida na noite desta terça-feira (21) entre dirigentes de centrais sindicais e o presidente da Câmara, o deputado Rodrigo Maia (DEM-RJ), sobre a possibilidade de retirada da pauta a votação de um projeto de lei que torna legal o trabalho terceirizado em todas as atividades das empresas. Para os sindicalistas, a falta de um relatório definitivo que respalde a decisão inviabiliza sua votação. Participaram da reunião dirigentes das centrais sindicais NCST, CUT, Força Sindical, CTB, UGT, CSB e Conlutas.

 

“Não existe nem um relatório que dê condições para que os deputados votem. Nem sugestões ao texto conseguimos fazer, pelo simples fato de não haver um conteúdo definitivo”, afirma José Calixto Ramos, presidente da Nova Central Sindical de Trabalhadores (NCST).

 

Para Calixto, a posição do presidente Câmara atropela todo o diálogo entre sindicalistas e o governo, que vinham tentando apresentar uma opção que contemplasse todas as partes na Reforma Trabalhista. “Discutimos intensamente com os ministros Ronaldo Nogueira [Trabalho e Previdência Social], Moreira Franco [Secretaria-Geral da Presidência] e Eliseu Padilha [Casa Civil] antes dessa atitude do Rodrigo Maia. A votação da terceirização traz uma mudança muito profunda em tudo o que colocamos até agora”, disse.

Sobre a possibilidade do projeto passar pela Câmara, José Calixto acredita que há a chance de ser barrado pela inconclusão do relatório. “Há muita força da classe empresarial para que aprovem o projeto, mas vários deputados nos confidenciaram que a falta de conclusão do texto atrapalha na votação. E nós vamos continuar lutando, pois essa proposta se coloca pior que outros projetos de lei, como o 4330/04 e o 3402/15, que tratam do mesmo assunto”, finalizou.

 

Assessoria de Imprensa da NCST

24x31 banner gov

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
airton

airton

Este site acompanha casos policiais. Todos os conduzidos são tratados como suspeitos e é presumida sua inocência até que se prove o contrário. Recomenda-se ao leitor critério ao analisar as reportagens. Nós usamos cookies em nosso site para oferecer a melhor experiência possível.

Para mais informações sobre e-mail
[email protected] whatsapp(69)984065272

Comentários

Com muito ❤ por go7.site