SILÊNCIO DO BNDES SOBRE CASO JBS ESTÁ SENDO QUESTIONADO COMO APOIO A VANTAGENS INDEVIDAS

24x31 banner gov

Após ser denunciado à CVM, Comissão de Valores Mobiliários, o Grupo JBS enfrenta novos questionamentos sobre os atos da sua administração. O BNDES, Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social, seu segundo maior acionista, foi interpelado para se posicionar contra ou a favor dos atos de administração praticados para favorecer empresas da família controladora, Batista Sobrinho. O Grupo é acusado de negócios com Partes Relacionadas.

O órgão ligado ao Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, foi notificado sobre os atos da administração do JBS onde os administradores do Grupo favoreceram seu próprio banco, o Banco JBS S/A, hoje Banco Original. A acusação é de ter utilizado recursos da empresa de capital aberto para alavancar os negócios do Original e da JBS Negócios Agropecuários.

A interpelação indaga à Presidência do BNDES se ela apoia os atos da família controladora do JBS ou se adotará medidas para afastar o controlador da administração do frigorífico. De acordo com o advogado Nacir Sales, “o Interpelante, quer saber se o BNDES apoia o uso do frigorífico para favorecer o Banco da família controladora, ou se tomará medidas para afastar o controlador da administração”. A interpelação é promovida pelo produtor rural Gileno Alves Soares.

A CVM, assim como o Banco Central, foi acionada e analisa a denúncia, porque o JBS não pode realizar negócios em benefício de seus controladores, uma vez que a empresa possui milhares de acionistas que compraram ações na BOVESPA. O interesse dos investidores do mercado de capitais é protegido pela CVM, órgão regulador que por isso mesmo é chamada de “xerife do mercado”.

Já os interesses do BNDES são protegidos pela própria administração do banco, por isso a interpelação ganha relevância, ao colocar ante à presidência do BNDES a ciência formal dos fatos para combatê-los ou apoiá-los com o seu silêncio. “O BNDES não poderá manter a sua atitude de indiferença, sob pena de a própria administração incorrer em responsabilidade. Não sabemos o que o BNDES fez ou o que fará sobre os fatos, e não gostaria de confirmar que o mesmo pratica a cegueira deliberada: nada viu, nada vê, nada diz e nada faz, e é por isso que estamos notificando o banco”, afirma Sales.

O caso é cercado por curiosas coincidências. Quando dos fatos denunciados, o Ministro Henrique Meirelles era Presidente do Banco Central do Brasil, e a representação levada ao BACEN na mesma época dava conta que o Banco Original jamais poderia ter sido fundado da forma que foi, já que seu primeiro presidente, Geraldo Dontal, era réu no processo do Mensalão, não preenchendo a condição legal da “reputação ilibada”. Além disso, não poderia ter se utilizado de uma companhia de capital aberto, o maior frigorífico do mundo, para alavancar um banco particular da família controladora do Grupo JBS.

Após sair da presidência do Banco Central, o Ministro Meirelles, sem dar notícias de haver punido publicamente o Banco JBS, veio a presidir a empresa que é dona do Original e controla o Frigorífico JBS. Agora que o caso chega ao BNDES, novamente está sob o poder de Henrique Meireles, o mais influente ministro da área econômica do governo. “A reação do BNDES à interpelação será fundamental para eliminar teorias conspiratórias”, afirma Nacir Sales. Resta saber se serão adotadas medidas para que os ativos do BNDES jamais voltem a ser usados em benefício de uma única empresa e família, por coincidência, a anterior empregadora do Ministro.

 

Nacir Sales: http://www.nacirsales.com/

InformaMídia Comunicação

Welton Ramos

24x31 banner gov

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
airton

airton

Este site acompanha casos policiais. Todos os conduzidos são tratados como suspeitos e é presumida sua inocência até que se prove o contrário. Recomenda-se ao leitor critério ao analisar as reportagens. Nós usamos cookies em nosso site para oferecer a melhor experiência possível.

Para mais informações sobre e-mail
[email protected] whatsapp(69)984065272

Comentários

Com muito ❤ por go7.site