Acusado de matar adolescente de 15 anos a tiro em Cujubim é preso no MT

24x31 banner gov
blank

No último dia 10 de junho, no município de Cujubim/RO, FABRÍCIO FERREIRA DA SILVA praticou o crime de FEMINICÍDIO contra a vítima Vitória Metzker, de 15 anos de idade e com um bebê de um mês de nascido no colo.
Era cerca de 04:00 da manhã quando FABRÍCIO chegou na casa da tia de Vitória, batendo na porta fortemente e pedindo para que fossem socorrer a vítima que havia atirado em si mesma.
Os tios tencionaram acionar o SAMU e a POLÍCIA MILITAR, no entanto, FABRÍCIO conseguiu convencê-los a não acionarem, afirmando que a vítima poderia falecer, pois agonizava.
Ao chegarem no local, os tios encontraram um amigo de FABRÍCIO (testemunha) com o bebê no colo.
Ouvida, a testemunha relatou que FABRÍCIO chegou em sua casa, que fica seis (06) quilômetros do local do fato, de madrugada, afirmando que tinha dado um tiro em VITÓRIA, porém que foi sem querer e pediu que a testemunha fosse até o local do fato o ajudar com a criança.
A testemunha afirmou que quando chegou ao local, VITÓRIA ainda agonizava e estava deitada ao solo com o braço esticado, tentando alcançar seu bebê, que estava chorando, no chão, na extensão da mão da mãe.
A testemunha afirmou que quando pegou a criança, a mãe, agonizando, tentou levantar o braço na direção da filha para pegá-la.
Os tios e a testemunha colocaram a vítima no veículo particular e socorrem-na ao hospital de Cujubim, onde veio a óbito.
Acionada, a polícia militar compareceu ao hospital e diligenciou ao local do fato, no entanto, FABRÍCIO já tinha se evadido do Distrito da Culpa.
Havia 15 dias que o casal estaria residindo em Cujubim, e teriam vindo do Município de Ariquemes, onda a vítima estaria aos cuidados de sua genitora após o parto, no entanto, deixou a casa da mãe para morar com o autor do fato, contra a vontade de sua mãe.
Bom lembrar que a criança foi registrada como filha do autor do fato, embora não fosse ele o pai biológico.
Ambos eram usuários de drogas e a vítima, pelos relatos colhidos, vivia em situação de violência doméstica, tendo sido agredida fisicamente por pelo menos três vezes antes do parto, conforme relatou à mãe.
DA PRISÃO.
Os Policiais Civis de Cujubim com a colaboração dos Policiais Civis do Núcleo de Inteligência e da Delegacia de Homicídios de Ariquemes, bem como com o Policial Civil Roberto Rogério da DP de Rondonópolis realizaram o acompanhamento de FABRÍCIO com intuito de realizar sua prisão.
FABRÍCIO fugiu de Cujubim para Ariquemes, de onde, em companhia de uma mulher, fugiu para Rondonópolis/MT, e de lá partiu para Goiânia/GO, seguindo até Arapoema/TO, fazendo todo trajeto de moto. Quando retornava para Rondonópolis, foi abordado pela Polícia Rodoviária do Posto da PRF de Alto Garças/MT, onde foi preso, quando apresentou identidade Falsa, e já que havia Mandado de Prisão decorrente de Representação do Delegado de Polícia de Cujubim, Dr. Adriano França, e deferido pelo Merítissima Juíza Larissa Pinho de Alencar da ª Vara Criminal de Ariquemes.

 

24x31 banner gov

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Almi Coelho

Almi Coelho

Este site acompanha casos policiais. Todos os conduzidos são tratados como suspeitos e é presumida sua inocência até que se prove o contrário. Recomenda-se ao leitor critério ao analisar as reportagens. Nós usamos cookies em nosso site para oferecer a melhor experiência possível.

Para mais informações sobre e-mail
[email protected] whatsapp(69)984065272

Comentários

Com muito ❤ por go7.site