Arthur Lira peita Fux: “ninguém é obrigado a cumprir decisão inconstitucional”

24x31 banner gov
blank

Presidente da Câmara comentou o discurso inflamado do presidente do STF, Luiz Fux, na abertura da sessão no plenário da Corte.

Uma fala do presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), pareceu ser um lampejo de hombridade, respeito à Constituição e independência dos Poderes da República.

Lira afirmou nesta quinta-feira (9) que “ninguém é obrigado a cumprir decisão inconstitucional” ao comentar o discurso inflamado do presidente do STF, Luiz Fux, na abertura da sessão  no plenário da Corte ontem.

Fux disse que o STF “não tolerará ameaças à autoridade de suas decisões” e que o descumprimento de ordens judiciais configuraria crime de responsabilidade, a ser analisado pelo Congresso Nacional.

“Isso aí é uma análise que o Supremo teve da fala. Existem outras. Nós vamos esperar para ver os acontecimentos. A princípio, a assessoria jurídica está acompanhando a fala na íntegra. Já temos alguns posicionamentos. Fala que decisões inconstitucionais não seriam cumpridas. Ninguém é obrigado a cumprir decisão inconstitucional. Uma decisão correta da Justiça todos nós temos a obrigação de cumprir”, disse Lira.

Com informações do Poder 360

24x31 banner gov

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Almi Coelho

Almi Coelho

Este site acompanha casos policiais. Todos os conduzidos são tratados como suspeitos e é presumida sua inocência até que se prove o contrário. Recomenda-se ao leitor critério ao analisar as reportagens. Nós usamos cookies em nosso site para oferecer a melhor experiência possível.

Para mais informações sobre e-mail
[email protected] whatsapp(69)984065272

Comentários

Com muito ❤ por go7.site