Chefões da maior Orcrim de RO, Celso e Emerson “Mato Grosso” são capturados pela Polícia Civil

Propaganda do ar
blank

A Polícia Civil de Rondônia em conjunto com a Polícia Civil do Mato Grosso capturou e traz às garras da justiça os chefões da maior e mais perigosa Orcrim de Rondônia.

A Polícia do Mato Grosso conseguiu realizar nesta terça-feira (26), a prisão dos foragidos de Rondônia, Emerson Pereira da Silva e Celso Pereira da Silva, ambos são irmãos e são apontados pela Polícia Civil de Rondônia como membros da Organização Criminosa (Orcrim) denominada “Família do Mato Grosso” ou “Turma dos Mato Grosso”, oriundos do município de Monte Negro/RO.

A PC/RO tem indícios de que essa Orcrim atuou em mais 100 homicídios em Rondônia.

De acordo com as primeiras informações obtidas pelo RondoniaVip, Celso e Émerson foram presos na cidade de Primavera do Leste, no estado do Mato Grosso.

Com informações da PC/RO, a polícia daquele estado estava há meses na caçada da dupla. No mês de julho do corrente ano, a Polícia Civil matogrossense montou uma operação para capturar os irmãos que estavam escondidos em uma região de fazenda localizado no município de Paranatinga, eles conseguiram escapar do cerco policial, no local os policiais encontraram apetrechos de sobrevivência na mata, tais como facões, colchonetes e soro antiofídico.

Operação Vendetta

Apontados pela Polícia Civil como líderes da Orcrim, os irmãos Celso e Émerson estavam sendo procurados pela justiça.

Celso Mato Grosso chegou a ser preso durante uma das fases da operação, porém conseguiu fugir do presidio de Ariquemes no mês de janeiro deste ano e se associou novamente com o seu irmão Émerson.

 

Fonte: Jornal Rondoniavip

Propaganda do ar

Como você avalia a gestão do Governo Marcos Rocha?

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Almi Coelho

Almi Coelho

Este site acompanha casos policiais. Todos os conduzidos são tratados como suspeitos e é presumida sua inocência até que se prove o contrário. Recomenda-se ao leitor critério ao analisar as reportagens. Nós usamos cookies em nosso site para oferecer a melhor experiência possível.

Para mais informações sobre e-mail
[email protected] whatsapp(69)984065272

Comentários

Com muito ❤ por go7.site