Eleições haverá, mas o dia seguinte poderá ser o pior dos dias

Propaganda do ar
blank

Descarte-se, porque seria fazer o jogo dele e dos golpistas que o apoiam, a hipótese de o presidente Jair Bolsonaro ser considerado inelegível pela Justiça, tanto foram os crimes que cometeu, ficando assim impedido de disputar as eleições do ano que vem.

De resto, para isso, ele precisa ser denunciado pelo procurador-geral da República, Augusto Aras, e a Câmara, sob o comando de Arthur Lira (PP-AL), conceder licença. Aras e Lira são aliados de Bolsonaro. Sem denúncia, a licença torna-se dispensável.

Dê-se por certo que daqui a 14 meses, a não ser que ele mesmo desista de concorrer, o nome de Bolsonaro estará nas urnas eletrônicas e caberá ao eleitor assinalá-lo ou não. Caso ele perca, aí, sim, é que as portas do inferno poderão se abrir.

É com o medo que Bolsonaro joga para se reeleger. Acena com o medo que representaria a eleição de um candidato de esquerda, e com o medo do suposto levante popular que aconteceria em seu favor a partir do momento que se recusasse a aceitar a derrota.

Bolsonaro elegeu-se prometendo destruir o que chama de “sistema” para só mais tarde construir outro. Como nunca disse o que entende por “sistema”, é razoável presumir que se trata do regime democrático tal qual o conhecemos.

O que autoriza a conclusão é o seu comportamento. Qual será seu legado ao fim do mandato de quatro anos? Onde o país avançou? E não se jogue a culpa na pandemia que ele não soube ou não quis enfrentar. Nem no Congresso que não lhe fez oposição.

O legado notável do período de Bolsonaro é o enfraquecimento da democracia. Ele passará à história por isso. Se o Brasil era um país social e economicamente desigual antes dele, em nada melhorou. Mas a democracia não estava em questão e agora está.

Para quem se preocupa com ela, não basta derrotar Bolsonaro. Ele tem de ser esmagado para que seu apelo à rebelião produza menos estragos. Haverá estragos de qualquer jeito. Na marcha em que vamos, e que só a ele interessa, o dia seguinte será o pior dos dias.

Propaganda do ar

Como você avalia a gestão do Governo Marcos Rocha?

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Almi Coelho

Almi Coelho

Este site acompanha casos policiais. Todos os conduzidos são tratados como suspeitos e é presumida sua inocência até que se prove o contrário. Recomenda-se ao leitor critério ao analisar as reportagens. Nós usamos cookies em nosso site para oferecer a melhor experiência possível.

Para mais informações sobre e-mail
[email protected] whatsapp(69)984065272

Comentários

Com muito ❤ por go7.site