Mulher dá à luz dentro de viatura do esposo, que é policial; marido PM ajudou no parto do filho

24x31 banner gov
blank
Um policial militar de Pernambuco teve uma surpresa na noite dessa terça-feira (22). Enquanto trabalhava, o soldado Wilson Silva recebeu uma ligação da esposa, Bárbara, que estava grávida, informando que havia entrado em trabalho de parto. O que ele não poderia imaginar é que seu primeiro filho nasceria pouco depois ali mesmo na viatura em que ele trabalha.
Ao receber a ligação, Wilson foi buscar a esposa para levá-la até a maternidade. No entanto, o pequeno Davi Miguel foi mais rápido. Quando a viatura passava pelas proximidades do Aeroporto do Recife, o PM viu que não daria tempo de chegar à unidade de saúde.
“Quando vi a cabecinha do bebê saindo vi que tinha que fazer alguma coisa ali mesmo. Aí, você encontra forças e faz mesmo”, disse o soldado, em comunicado enviado pela assessoria de imprensa da PM de Pernambuco.
“Já com o filho nos braços, Wilson primeiro seguiu para a UPA da Imbiribeira. “Queria ouvir de algum médico que estava tudo bem”, explicou. Somente depois de uma avaliação positiva na UPA, foi providenciada uma ambulância para transferir Bárbara e Davi Miguel para uma unidade hospitalar na Boa Vista, onde mãe, filho e o orgulhoso pai puderam finalmente relaxar e comemorar a chegada com toda alegria”, explicou a PM na nota.
Veja nota na íntegra:
“Que a vida de um policial militar é cheia de surpresas, não é novidade alguma. Mas o serviço da noite desta terça-feira (22/06) vai ser literalmente inesquecível para o soldado Wilson Silva, do 6º BPM.  Ele acabou realizando um parto dentro da própria viatura, mas não um parto qualquer. Foi o parto de seu primeiro filho, Davi Miguel.
“Tínhamos concluído uma ocorrência quando o celular tocou”, conta Wilson, lembrando a ligação da esposa, Bárbara, avisando que estava entrando em trabalho de parto. De imediato, ele seguiu para leva-la para a maternidade mas, às 23h27, quando estavam nas imediações do aeroporto, viu que não haveria tempo para chegar em canto algum: “Quando vi a cabecinha do bebê saindo vi que tinha que fazer alguma coisa ali mesmo. Aí, você encontra forças e faz mesmo”, contou o soldado.
Já com o filho nos braços, Wilson primeiro seguiu para a UPA da Imbiribeira. “Queria ouvir de algum médico que estava tudo bem”, explicou. Somente depois de uma avaliação positiva na UPA, foi providenciada uma ambulância para transferir Bárbara e Davi Miguel para uma unidade hospitalar na Boa Vista, onde mãe, filho e o orgulhoso pai puderam finalmente relaxar e comemorar a chegada com toda alegria”.
24x31 banner gov

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Almi Coelho

Almi Coelho

Este site acompanha casos policiais. Todos os conduzidos são tratados como suspeitos e é presumida sua inocência até que se prove o contrário. Recomenda-se ao leitor critério ao analisar as reportagens. Nós usamos cookies em nosso site para oferecer a melhor experiência possível.

Para mais informações sobre e-mail
[email protected] whatsapp(69)984065272

Comentários

Com muito ❤ por go7.site