Rondônia recebe remessa de 40,5 mil doses de vacinas contra a covid-19 do Ministério da Saúde

24x31 banner gov
blank

O Governo de Rondônia, por meio da Agência Estadual de Vigilância em Saúde (Agevisa), recebeu do Ministério da Saúde, nesta terça-feira (27), em Porto Velho, mais uma remessa com 40,5 mil doses de vacinas contra a covid-19, que fazem parte do Plano Nacional de Operacionalização da Vacinação. Deste total, 32,4 mil são da CoronaVac; 600 monodose do mesmo imunizante e 7,5 mil da AstraZeneca.

Doses da CoronaVac contemplam a faixa etária de 49 a 45 anos, 1ª e 2ª doses. Já as doses da AstraZeneca se destinam às pessoas com comorbidades e portadoras de alguma deficiência

Diretor-geral da Agevisa, Gregório de Lima, pede à população para receber 2ª dose
No ato de entrega dos imunizantes, o diretor-geral da Agevisa, Gilvander Gregório de Lima, pediu para as pessoas que receberam a 1ª dose, que procurem as unidades de saúde para receber a 2ª dose. “Ainda estamos em estado de alerta, por isso é  preciso completar o ciclo, e todos têm direito a recebê-la nos postos de saúde. Ainda há doses a serem administradas, não podemos interromper o trabalho. Vacinar é a medida preventiva para se reduzir a ocorrência de casos graves e óbitos”.

Segundo Gregório de Lima, Porto Velho no momento vacina pessoas com 30 anos, enquanto seis municípios do interior já vacinam jovens de 18 anos. Ele estima que até o bimestre setembro-outubro deste ano todos tenham recebido a 1ª dose.

O Governo Federal já enviou a Rondônia 1,14 milhão de vacinas, das quais, 457,7 mil da AstraZeneca; 422,3 mil da CoronaVac; 139,2 mil da  Pfizer; e 34,5 mil da Janssen.

Gregório de Lima orientou ainda para que sejam mantidas as medidas de prevenção: uso de máscara, distanciamento social, etiqueta respiratória, e higienização das mãos e de objetos de uso pessoal.

“A Agevisa reforça a todos que receberam a 1ª dose para receberem a 2ª da mesma vacina, fechando a cerca protetora para se chegar a 70% da população imunizada no Estado”, disse Gregório.

RANKING DE DISTRIBUIÇÃO

Em 19 de julho, o Estado classificava-se em quarto lugar no ranking nacional de distribuição. Segundo explicou o coordenador de Imunização da Agevisa, Ivo Barbosa, da Rede de Frio, as vacinas são embarcadas às Regionais da Agência no interior, sob rigorosa logística e cuidado na manutenção da temperatura das doses.

24x31 banner gov

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Almi Coelho

Almi Coelho

Este site acompanha casos policiais. Todos os conduzidos são tratados como suspeitos e é presumida sua inocência até que se prove o contrário. Recomenda-se ao leitor critério ao analisar as reportagens. Nós usamos cookies em nosso site para oferecer a melhor experiência possível.

Para mais informações sobre e-mail
[email protected] whatsapp(69)984065272

Comentários

Com muito ❤ por go7.site