domingo, abril 14, 2024
28 C
Porto Velho
domingo 14, abril, 2024
- Publicidade -
ASSEMBLEIA

Comissão de Indústria e Comércio debate situação da piscicultura em Rondônia

Mais lidos

Com a ausência justificada do presidente e vice da Comissão de Indústria, Comércio, Ciência e Tecnologia (Cicct), assumiu a direção da reunião desta terça-feira (11), o deputado Cleiton Roque (PSB) para ouvir representantes do governo que explanaram sobre a piscicultura no Estado.

 

O deputado Cleiton esclareceu que este foi um pedido do deputado Geraldo da Rondônia (PSC), pois o crescimento na produção de peixe tem sido grande no Estado, mas os produtores têm sofrido com dificuldades de comercialização, especialmente o pequeno produtor. Diante disso o parlamentar questionou sobre as ações de Governo que estão sendo implementadas para resolver esta questão.

 

A assessora especial da Suder, Ilce Santos Oliveira, explanou as ações da superintendência referente a piscicultura, como o grupo técnico multidisciplinar, criado a partir da reunião da Agir (Agenda Integrada de Resultados), que centralizou todas as ações da piscicultura em um só local, na Seagri.

 

Sobre a comercialização, Ilce falou em situação complexa. Destacou que estão desenvolvendo uma parceria público privado através de uma Sociedade Anônima, com incentivo do Estado, que sairia posteriormente deixando somente a iniciativa privada. “Este modelo já é adotado no Acre” afirmou Ilce.

 

A assessora destacou, também, a realização de rodada de negócios para facilitar a comercialização do pescado, além do seminário denominado Peixe Saudável, com palestrantes de renome para manter a sanidade do pescado rondoniense, levando ao produtor novas tecnologias e técnicas de produção.

 

Também foram realizados pré-seminários junto aos pequenos produtores com técnicas de como vender meu peixe, para preparar o produtor a negociar com os grandes empresários, bem como o apoio a realização da Expovale que acontecerá em Ariquemes de 4 a 7 de maio, com previsão de 40 mil pessoas participando nos 4 dias.

 

O extensionista da Emater, Elisafan Batista Sales relatou ações e pediu apoio dos parlamentares para a realização de novas ações e o desenvolvimento de projetos.

 

A engenheira de pesca e extensionista da Emater, Maria Mirtes de Lima Pinheiro, relatou ações desenvolvidas com a piscicultura familiar. Falou da capacitação dos médicos veterinários da Emater para identificar e relatar doenças desenvolvidas nos peixes para poder atestar o laudo da sanidade e assim emitir a Guia de Transporte Animal (GTA) para comercializar.

 

Mirtes destacou parceria com a UFAM com especialista na área e projeto de novas capacitações e aquisições de materiais.

 

Segundo os técnicos, Rondônia é o maior produtor nacional de peixe nativo de água doce, com 90 mil toneladas de pescado. “Exportamos para 15 estados, mas o consumo interno é o menor da região norte, de 6 a 8 kg de pescado ano, na média”, afirmou Elisafan.

 

O deputado Leo Moraes (PTB) destacou a dificuldade das escolas em adquirir produtos, pois o produtor não consegue “sifar” o peixe (SIF), que acaba indo de forma irregular para outros Estados. Por isso, destacou a importância da Emater neste processo para garantir a qualidade da cadeia produtiva.

 

O deputado Aélcio da TV (PP) ressaltou que Estados que produzem bem menos do que Rondônia, já possuem frigorífico e que Rondônia precisa sair desta letargia e desta forma incentivar a produção. Além de medicamentos para acabar com os parasitas do peixe, “sendo o grande problema a instalação de frigoríficos”, argumentou.

 

Autor: Geovani Berno

- Publicidade -
INFRAESTUTURA GOV RO  05.04.2024 PROG VENC
- Publicidade -
CAMPANHA TRANSPARÊNCIA- PNA 13.04.2024 BANNER 300X250

Você pode gostar também!

Feito com muito 💜 por go7.com.br
Pular para o conteúdo