Criança de 11 anos é a primeira vítima do jogo suicida &#39Baleia Azul&#39, em Ouro Preto do Oeste

24x31 banner gov

Professores de uma escola da rede estadual da Estância Turística de Ouro Preto do Oeste descobriram que um aluno de apenas 11 anos de idade, estaria participando do jogo suicida mundialmente conhecido por Baleia Azul. A criança já teria cumprido 10 das 50 tarefas exigidas.

De acordo com a Coordenadora Regional de Educação – CRE, Marivone Rezende de Araújo, assim que a direção da escola tomou conhecimento do caso, acionou os pais da criança e então iniciaram um acompanhamento com psicólogo.

O jogo, originário da Rússia, totaliza 50 tarefas que vêm causando danos físicos e mentais aos participantes que aceitam realizar os desafios, sendo que o último deles é o de tirar a própria vida. Já há vários registros de suicídios praticados pelos jogadores do Baleia Azul.

A responsável pela CRE explicou que a criança ainda não havia se mutilado durante as dez tarefas que havia cumprido. E graças à equipe da escola, este caso foi descoberto a tempo de o aluno não ter cumprido os demais desafios.

Diante da gravidade da situação, Marivone informou que se reuniu nesta segunda-feira (24) com a coordenadora pedagógica da CRE, Maria Dulcileide, e a psicóloga Paula Regina Mendes e que, o quanto antes, também irão se reunir com os orientadores e diretores das escolas estaduais para iniciarem um trabalho de orientação junto a todos os estudantes e pais.

“Esta é uma situação muito perigosa e delicada que envolve a integridade física e psicológica das crianças, causada por esse jogo suicida que, a cada dia que passa, torna-se mais comum nas vidas principalmente dos alunos”, destacou Marivone.

A coordenadora da CRE ressaltou que, além do empenho dos profissionais da Educação, também irá buscar parcerias com psicólogos para, juntos, desenvolverem um trabalho de conscientização nas escolas alertando sobre o perigo que é o jogo Baleia Azul.

24x31 banner gov

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
airton

airton

Este site acompanha casos policiais. Todos os conduzidos são tratados como suspeitos e é presumida sua inocência até que se prove o contrário. Recomenda-se ao leitor critério ao analisar as reportagens. Nós usamos cookies em nosso site para oferecer a melhor experiência possível.

Para mais informações sobre e-mail
[email protected] whatsapp(69)984065272

Comentários

Com muito ❤ por go7.site