sexta-feira, março 1, 2024
Banner Theo Coelho
26 C
Porto Velho
sexta-feira 1, março, 2024
- Publicidade -
INFRAESTUTURA GOV RO 01 06.02.2024

PM armado invade delegacia de RO para matar suspeito que esfaqueou o pai dele

Mais lidos

Um soldado da Polícia Militar (PM) foi preso em flagrante após invadir a 1ª Delegacia Regional de Polícia Civil, com um revólver em punho, para tentar matar um homem suspeito de ter esfaqueado o pai dele, em um bar localizado no Bairro Liberdade, durante o final de semana, em Guajará-Mirim (RO), cidade distante a cerca de 330 quilômetros de Porto Velho.

Conforme registro da Polícia Militar, após apontar a arma na delegacia, o soldado entregou a arma e foi preso horas depois no Hospital Regional Perpétuo Socorro.

Segundo a PM, o pai do militar foi esfaqueado durante o final de semana. Assim que ficou sabendo do estado de saúde do pai, o policial ficou transtornado e saiu correndo do Hospital Regional Perpétuo Socorro, em direção a Avenida 15 de Novembro, onde tentou render um taxista e roubar o carro dele, mas a ação foi impedida por uma guarnição.

Na ocasião, o soldado apontou a arma para os próprios colegas de corporação e ignorou a ordem de parada, correndo novamente. Ao chegar em uma sorveteria, o militar encontrou um colega policial que estava à paisana de folga e o rendeu. Em seguida, pegou o carro dele e foi à delegacia para matar o suspeito.

 Ao chegar à delegacia, o soldado invadiu o prédio com a arma em punho, querendo encontrar o suspeito do esfaqueamento para matá-lo. Várias guarnições foram chamadas para se deslocarem até o local e evitar um possível homicídio.

Transtornado, o soldado ameaçou várias vezes atirar nos PMs e policiais civis que tentavam convencê-lo a se entregar. Em seguida passou a apontar a arma para sua própria cabeça.

Na unidade, ele foi informado que o pai estava vivo e fora de perigo. Cercado por policiais da 1ª Unidade Especializada de Fronteira (1ª Unesfron), ele entregou a arma e recebeu voz de prisão.

Posicionamento

Procurado pelo G1 nesta segunda-feira (8), o tenente-coronel Lauri Guillande, atual comandante do 6º BPM, preferiu não gravar entrevista porque está aguardando a apuração do caso. O policial preso foi transferido para o Complexo de Correição da PM em Porto Velho.

De acordo com a Polícia Civil, o suspeito do esfaqueamento do pai do policial militar foi flagranteado por lesão corporal e levada para a Casa de Detenção, onde está à disposição da Justiça.

 
 
 
- Publicidade -
INFRAESTUTURA GOV RO 01 06.02.2024
- Publicidade -
arigurte
Loja da tucano

Você pode gostar também!

Feito com muito 💜 por go7.com.br
Pular para o conteúdo